Apple: computadores Mac com M1 podem durar apenas 2 anos! Culpa é do SSD

Abílio Rodrigues
Comentar

Os computadores Mac com processador M1 foram muito bem recebidos graças à sua capacidade de processamento e eficiência, mas estes novos produtos da Apple têm revelado também alguns problemas. O mais recente parece ser o desgaste excessivo do SSD que equipa estes Mac, problema que se torna mais grave uma vez que a Apple não permite a substituição de componentes.

Os discos SSD têm já por si um tempo de vida limitado, pelo que o seu desgaste mais rápido pode prejudicar de forma severa o desempenho dos MacBook Air, MacBook Pro ou Mac Mini alimentados pelo M1.

Limitação de memória RAM imposta pelo M1 da Apple pode não ser ideal

People with an M1 mac, please run `brew install smartmontools && sudo smartctl --all /dev/disk0` and report back (and what kind of usage you make of the machine, especially RAM).I'm at <600GBW on my MBP, but I don't use it heavily. https://t.co/LbhE9p7FiK

— Hector Martin (@marcan42) 15 de fevereiro de 2021

Recentemente têm sido vários os casos de utilizadores que se queixam de verificar um número excessivo de desgaste nos seus discos em estado sólido.

As redes sociais têm fervilhado com pessoas que se queixam de que a contagem de dados escritos nos seus SSD atinge valores pouco habituais num curto espaço de tempo.

O problema pode estar também relacionado com o facto dos Mac com M1 terem no máximo 16 GB de memória RAM, levando alguns programas a usar o SSD como arquivo de paginação.

Quanto mais pequeno o SSD menor o seu tempo de vida

Alguns utilizadores com um Mac M1 com 16 GB de memória RAM e SSD de 256 GB reportam escritas na ordem dos 600 GB de dados em poucas semanas, mesmo com utilização moderada.

Os que têm um computador Mac M1 com 16 GB RAM e SSD de 2 TB indicam 3% de um total de bytes escritos, valor que pode atingir os 30% quando se usa um SSD mais pequeno.

Caso este ritmo se mantenha o mais certo é o disco ficar completamente gasto no período de dois anos, obrigando o cliente a mandar reparar o equipamento ou comprar um novo.

Ainda não se sabe se o problema está do lado do MacOS ou se a ferramenta que reporta os dados de escrita e leitura do SSD apresenta algum erro. Seja como for é uma questão grave que a Apple terá de resolver e com rapidez.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.