YouTube vai facilitar aos criadores lidar com reivindicações de direitos autorais

António Guimarães
Comentar

O sistema de reivindicação de direitos autorais no YouTube é infame por desfavorecer os criadores de conteúdo. Na sua maioria, os detentores de direitos de autor tem a palavra final e controlo sobre grande parte do processo de reivindicação, mesmo que a mesma seja fraudulenta ou injustificada.

Contudo, o YouTube vai facilitar ligeiramente a vida aos criadores de conteúdo com a criação do separador "restrições", presente na app YouTube Studio. Os criadores terão assim uma visão mais compreensiva dos conteúdos que contém direitos autorais, possibilitando a fácil remoção ou contestação dos mesmos.

Novo interface no separador "restrições"

Dependendo da situação, o criador pode fazer uso das ferramentas disponibilizadas para remover os conteúdos com direitos. Por exemplo, se for uma música, o criador pode rapidamente substituir ou silenciar a faixa. Caso seja um vídeo, é possível remover o clip com o conteúdo em questão.

Estas acções irão "libertar" de imediato o vídeo em questão as reivindicações. A verdade é que estas opções já existem no editor de vídeo embutido no YouTube mas agora estão diretamente relacionadas com o sistema de reivindicações de direitos autorais.

Esta medida facilita mas não resolve o maior problema

Apesar desta medida facilitar a forma de lidar com as reivindicações na interface do YouTube, o grande problema continua: as empresas mantém o poder. Conforme mencionado, quando uma empresa faz uma reivindicação de direitos autorais e o criador contesta, é a empresa que decide se a contestação é legítima ou não.

Obviamente, se for do interesse financeiro da empresa, a mesma pode desconsiderar a contestação do criador, por mais legítima que a mesma seja. Assim sendo, os criadores no YouTube continuam vulneráveis a este tipo de situações.

Editores 4gnews recomendam:

  • Google Fotos prepara-se para receber função para vídeos há muito pedida
  • Huawei já lançou a sua alternativa aos serviços e aplicações Google
  • Nokia 1.3 será a próxima aposta no segmento 'budget' e tem especificações reveladas
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.