Youtube passa a proibir vídeos que ensinam hacking e phishing

Bruno Coelho
Comentar

O Youtube fez atualizações naquilo que considera ser “conteúdo nocivo ou perigoso”. A adição mais notória a este tipo de conteúdo são os vídeos que “ensinam a fazer hacking ou phishing”.

A Google afirma que já está a retirar conteúdo existente deste tipo, e a tomar ações contra quem o produz. Além deste tipo de conteúdo, a Google passou a considerar conteúdo perigoso os “desafios extremamente perigosos”, “eventos violentos” ou “distúrbios alimentares”.

Que tipo de vídeos se inserem nesta categoria

Para quem não sabe o que são vídeos que ensinam hacking ou phishing, o Google identifica o problema de forma bastante simples e compreensível. Estes “mostram ao utilizador como contornar a segurança de sistemas computacionais (hacking) ou como roubar as credenciais e dados pessoais de um utilizador (phishing)”.

youtube hacking phishing
Vídeos que "mostrem aos utilizadores como contornar sistemas computacionais ou a como roubar credenciais e dados pessoas" passam a ser considerados conteúdo nocivo

Embora se entenda a ação da Google, terá de ser feita uma triagem entre o que é conteúdo perigoso e o que pode ser considerado conteúdo educacional. Existem vídeos de hacking com propósito informacional, e que não deveriam sofrer com esta nova prática.

Algoritmo do Youtube terá de saber distinguir hacking nocivo de hacking educacional

A verdade é que estará tudo do lado algoritmo. Ou seja, o algoritmo terá de saber distinguir aquilo que é conteúdo realmente perigoso, e aquilo que pode ser conteúdo feito com fins genuinamente positivos.

É certo que o Youtube mostra não querer ser um sítio onde se pode aprender sobre hacking. No entanto, todos aqueles que querem realmente aprender sobre segurança irão sofrer com as novas medidas, se a plataforma não souber distinguir o conteúdo.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.