Xiaomi: os 7 melhores produtos e gadgets apresentados no mega-evento!

Rui Bacelar

A tecnológica liderada por Lei Jun deu a conhecer um rol de novos smartphones e gadgets Xiaomi durante a sua mega apresentação para a China e para o mercado global com a chegada contínua de novidades que agora podemos recordar em vídeo e artigo.

Estes são os destaques do 1.º e 2.º dia de lançamentos, com mais novidades a caminho. Foi um dos maiores eventos de que temos memória com vários smartphones de gama alta, acessórios fitness, produtos para o lar e gadgets Xiaomi para diversas necessidades.

1. Xiaomi Mi 11 Pro

Xiaomi Mi 11 Pro

Lei Jun arrancou o evento de apresentação com um reforço fotográfico para o smartphone apresentado a 28 de dezembro de 2020. Este é o Xiaomi Mi 11 Pro, com o fator "Pro" a residir nas capacidades fotográficas do terminal e na certificação IP68.

Em tudo similar à versão base, o telefone destaca-se pelo novo sensor fotográfico, a bateria com ânodo de silicone-oxigénio, a certificação IP68 e o novo design. Temos também novos esquemas de cor para o dispositivo móvel.

A sua chegada ao mercado global é incerta, não se afigurando como provável. Os detalhes do Mi 11 Pro podem ser consultados no artigo próprio, com todas as informações do produto Xiaomi.

2. Xiaomi Mi 11 Ultra

Este é o smartphone mais arrojado da Xiaomi, liderando já o ranking da DxOMark. Usa a mesma base de especificações do Mi 11 e Mi 11 Pro com destaque para o processador Snapdragon 888 e ecrã AMOLED LTPO com taxa de atualização variável até 120 Hz.

No entanto, é a sua câmara fotográfica que o torna especial, sendo o maior ponto de venda. Com efeito, o homem-forte da marca foi ao ponto de comparar o Mi 11 Ultra com a câmara fotográfica Sony RX100 MVII, a câmara compacta semi-profissional.

O Xiaomi Mi 11 Ultra chegará à Europa com preço arrojado. Aos interessados recomendamos o artigo de apresentação do produto, com mais informações sobre o mesmo, bem como o preço e data de chegada.

A avaliação na DxOMark pode ser consultada em artigo, com todos os detalhes da sua prestação.

3. Xiaomi Mi 11i

O smartphone Xiaomi Mi 11i é um topo de gama no que ao desempenho diz respeito, num invólucro mais acessível. Com efeito, temos também aqui o poderoso processador Snapdragon 888, bateria de 4520 mAh num corpo de vidro elegante.

O terminal conta também com um ecrã de 6,67 polegadas AMOLED com taxa de atualização a 120 Hz, sem compromissos em qualquer quesito a não ser a câmara fotográfica mais convencional. É aqui que a Xiaomi consegue baixar o preço do telefone.

Aos interessados recomendamos o artigo dedicado a este topo de gama com preço baixo. É um telefone extremamente completo, a caminho da Europa e, para os mais curiosos, um rebranding do Redmi K40 Pro+.

4. Xiaomi Mi 11 Lite

São dois smartphones Android. A Xiaomi deu-nos a conhecer o Mi 11 Lite 5G e o Mi 11 Lite (4G) para diferentes consumidores com o preço a começar nos 299 € na Europa, apostando na cor, elegância, leveza e espessura muito reduzida nestes modelos.

Temos diferenças no processador usado, o Snapdragon 780G na versão 5G e o Snapdragon 732G na versão 4G, algo que também se reflete no preço apontado para os produtos. Com efeito, o preço para a Europa da versão 5G começa nos 369 €, com a versão 4G a começar nos 299 €.

Ambos os modelos partilham a maioria das especificações técnicas como, por exemplo, o ecrã AMOLED de 6,55 polegadas, Full-HD+ a 90 Hz. Aos interessados recomendamos o artigo completo, com as diferenças e mais informações dos Mi 11 Lite.

5. Xiaomi Mi Band 6

Xiaomi Mi Band 6

Esta é a grande aposta da Xiaomi para 2021 no segmento da smartband baratas. A grande novidade está no ecrã da pulseira que tem agora um maior aproveitamento que promete cativar mais consumidores para a gama de produtos best-seller da marca.

O maior destaca trata-se um painel AMOLED que dá o salto das 1,2" para as 1,56" polegadas. Podes ainda contar 326 pixeis por polegada. Por outro lado, a autonomia mantém-se nos 14 dias aproximados, com a presença do novo sensor SpO2.

A pulseira conta com 30 modos desportivos, e chega com a capacidade de detetar automaticamente seis destes. Isto significa que vai saber automaticamente quando iniciaste uma corrida, ou uma pedalada na tua bicicleta.

Aos interessados na Mi Band 6 recomendamos o artigo completo, com mais detalhes e preço da nova smartband Xiaomi.

6. Xiaomi Mi Smart Projector 2 Pro

Xiaomi Projector

A Xiaomi também nos surpreendeu com produtos para o lar como é o caso deste Mi Smart Projector 2 Pro que promete transformar a tua sala de estar numa sala de cinema. É capaz de produzir uma imagem entre as 60" e as 120" polegadas com resolução Full-HD.

A Xiaomi garante uma focagem da imagem sem esforços com a inclusão de um sensor ToF (time-of-flight). O tempo de focagem será de apenas dois segundos, o que significa que se acabou a maçada que é, muitas vezes, conseguir uma imagem bem focada.

Aos interessados recomendamos o artigo completo, com mais informações sobre os altifalantes, preço e disponibilidade do projetor Xiaomi também na Europa.

7. Xiaomi Mi MIX Fold

É o primeiro smartphone dobrável da Xiaomi, honrando o legado de inovação da linha MIX. Em destaque está o sistema de câmaras fotográficas com a objetiva que simula o funcionamento do olho humano com ampliação de 3 até 30 vezes.

A Xiaomi apelida esta tecnologia de "Fotografia Biónica", consistindo num fluido transparente, envolvido por uma película extremamente fina que pode ajustar a curvatura da lente. As demais especificações são de topo, com preço premium.

O telefone ousado chegará aos vários mercados e podes saber mais no artigo completo, com todas as novidades deste incrível smartphone Xiaomi.

Alguns produtos Xiaomi ficarão apenas na China

Xiaomi base carga

A apresentação para a China deu-nos também a conhecer uma base de carregamento sem-fios com um total de 19 bobinas para carregamento por indução. No seu país natal custará 599 yuan, o equivalente a 80 euros, sem previsões de chegada à Europa.

A base é capaz de carregar um dispositivo até 60 W de potência, ou até três dispositivos móveis em simultâneo. Em síntese, este é o AirPower que a Apple nunca lançou e que a Xiaomi resolveu mostrar ao mundo.

Sublinhamos que embora a potência máxima seja de 60 W, ao carregar três dispositivos a potência rondará os 20 W. Por fim, a tecnológica revelou também uma nova tecnologia de silicone-oxigénio para as suas baterias.

O evento pode ser visto (ou revisto) no vídeo abaixo:

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.