Xiaomi Mi 11 Ultra é o novo Rei no mercado de smartphones Android

Rui Bacelar
Comentar

O Xiaomi Mi 11 Ultrá é oficial! Representa o epíteto da perfeição fotográfica em telefones, sendo atualmente o primeiro classificado no ranking da DxOMark. Lei Jun não escondeu a sua ambição de dominar o mercado de smartphones e tem bons argumentos para tal.

Este smartphone Android usa o processador Snapdragon 888 da Qualcomm, tal como o Mi 11 Pro, mas destaca-se deste último nas capacidades fotográficas, tendo um enorme módulo traseiro para as câmaras num corpo em vidro ou cerâmica em preto, ou branco.

O Xiaomi Mi 11 Ultra é o novo líder da DxOMark

Xiaomi Mi 11 Ultra

O novo telefone tem um sistema de câmara tripla composto por três sensores fotográficas. Usa o mesmo sensor GN2 de 50 MP que temos no Mi 11 Pro, bem como o sensor IMX586 da Sony para as objetivas ultra grande-angular e telefoto, respetivamente.

Este é o destaque do novo telefone Xiaomi, o arrojado sistema de câmaras fotográficas que o coloca acima de todos os outros smartphones no mercado no que concerne à fotografia. Em (grande) parte, a superioridade deve-se aos algoritmos de software.

Xiaomi Mi 11 Ultra

A fotografia computacional eleva os resultados captados pelo trio de novos sensores a novos patamares. Lei Jun começou por revelar o novo Modo Noturno que consegue surpreender mesmo quando a luz escasseia, ou gravar vídeo em até 8K de resolução.

O smartphone mantém os demais trunfos que encontramos no Mi 11 e Mi 11 Pro, nomeadamente os altifalantes duplos (estéreo) em parceria com a Harman/Karndon. Aliás, nos demais aspetos é essencialmente o mesmo smartphone.

O Ultra eleva a experiência fotográfica a novos patamares

Xiaomi Mi 11 Ultra

Em cerâmica branca, ou preta, este telefone é capaz de gravar vídeo com ambas as câmaras, ou captar imagens com todas as câmaras presentes no telefone, tendo vários modos criativos para gravação de conteúdo, ou captação de imagem avançada.

Este é o novo líder da DxOMark, trunfo habitualmente entregue à Huawei, agora detido pela empresa de Lei Jun. Aliás, o homem-forte da marca foi ao ponto de comparar o Mi 11 Ultra com a câmara fotográfica Sony RX100 MVII, a câmara compacta semi-profissional.

DXOMark has been reviewing the best smartphone cameras for multiple years, and they have given #Mi11Ultra the highest photo score ever! #TheDirectorsCut pic.twitter.com/saSnxc7PbJ

— Xiaomi (@Xiaomi) 29 de março de 2021

O intuito da comparação prende-se com a similaridade entre o tamanho dos sensores de ambos os equipamentos. A câmara Sony tem o sensor maior, mas o Mi 11 Ultra tem novos e avançados algoritmos de processamento da imagem que o ajudam a vencer.

É a pontuação mais elevada no ranking da DxOMark. Note-se ainda que esta pontuação foi atribuída não só à prestação fotográfica, mas também as capacidades de captação de vídeo.

Em síntese, este é o melhor smartphone para fotografia e vídeo que poderemos comprar.

A fotografia computacional e o ecrã secundário definem o telefone Xiaomi

Xiaomi Mi 11 Ultra

As especificações técnicas do Xiaomi Mi 11 Ultra são idênticas às do Mi 11 Pro, sendo ainda mais fino que este último. Usa o mesmo Snapdragon 888 da Qualcomm como processador, atingindo os 12 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento interno.

O destaque vai todo para a câmara fotográfica. O sensor principal tem 50 MP, objetiva com abertura f/2,0, grande angular com sensor de 1/1,12 polegadas com sistema de focagem Dual Pixel PDAF e OIS.

Introducing #Mi11Ultra to the world. #TheDirectorsCut pic.twitter.com/s2KRhxzJyB

— Xiaomi (@Xiaomi) 29 de março de 2021

O segundo sensor, de 48 MP tem objetiva ultrawide com abertura focal de f/4,1 com distância focal equivalente a 120 mm, PDAF, OIS.

Por fim, o terceiro sensor tem 48 MP, abertura f/2,2 com objetiva periscópica, sistema de focagem PDAF, OIS e zoom ótico de 5x para maior ampliação. Veja-se, em seguida, a súmula dos seus destaques com toda a ênfase na fotografia.

O telefone tem um ecrã secundário na traseira para selfies

Xiaomi Mi 11 Ultra

Lei Jun avança que o ecrã secundário, na traseira, pode ser usado para diversos fins. É a nova implementação do conceito "Always-on Display", podendo ser usado para apresentar informação complementar como as notificações e as horas.

De igual modo, no ecrã secundário também podemos ver animações ao gosto do utilizador, ou usar esta pequena janela para compor as selfies. Sim, esta foi uma das aplicações mais referidas para o novo ecrã secundário, os autorretratos ou fotos de grupo.

Encontramos neste ecrã secundário um dos trunfos do Xiaomi Mi 11 Ultra. É um elemento que o destaca da concorrência e confere identidade própria ao produto. A utilidade prática será avaliada em ocasião posterior com a análise do smartphone.

Xiaomi Mi 11 Ultra

Especificações principais do Xiaomi Mi 11 Ultra:

  • Processador Qualcomm Snapdragon 888
  • 8 GB / 12 GB de memória RAM LPDDR5
  • 256 GB de armazenamento UFS 3.1
  • Ecrã: AMOLED WQHD+ de 6, 81" polegadas
  • Resolução de 3200x1440, 515 ppp
  • Pico de brilho de 1700 nits
  • Taxa de atualização adaptativa até 120Hz
  • Vidro Corning Gorilla Glass Victus
  • Câmara traseira tripla: 50 MP (wide) + 48 MP (ultrawide) + 48 MP (telefoto)
  • Câmara frontal de 20 MP (wide)
  • Altifalantes estéreo com Harman Kardon e certificado Hi-Res
  • Suporte para HDR10+
  • Bateria com 5000 mAh de capacidade
  • Carregamento rápido a 67 W (com fios) carregamento rápido a 67 W (sem-fios), carga reversa a 10 W
  • Infravermelhos
  • Android 11, MIUI 12
  • Dimensões: 164,3 x 74,6 x 8,4 mm
  • Peso: 234 gramas

É a versão mais luxuosa do melhor smartphone Xiaomi

Xiaomi Mi 11 Ultra

O novo Xiaomi Mi 11 Ultra poderá ser adquirido em Ceramic White, Ceramic Black, ambos com acabamento em cerâmica, material que também permite à fabricante manter a espessura do smartphone sob controlo, ficando-se pelos 8,4 mm.

A par dos acabamentos em cerâmica, incluindo o acabamento com toque de mármore e padrão respetivo, temos novos acessórios de proteção. Na mão de Lei Jun, acima, temos as novas capas em couro vegan que estarão disponível em várias cores.

O preço do Xiaomi Mi 11 Ultra é de 1199 € na Europa

Xiaomi Mi 11 Ultra

A disponibilidade do produto está apontada para o próximo mês de abril, chegando em primeiro lugar à China.

Para a Europa e demais mercados globais, a Xiaomi reservou a versão de topo com 12 GB + 256 GB com preço recomendado de 1199 €. Estará disponível através dos canais oficiais da fabricante.

É o melhor smartphone apresentado pela Xiaomi até à data.

O evento global de apresentação teve direito a transmissão em direto no YouTube onde ficamos a conhecer as novidades.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.