Xiaomi Poco F2 Pro: 3 defeitos e qualidades do novo smartphone

Bruno Coelho

A Xiaomi revelou oficialmente esta terça-feira o Poco F2 Pro. O equipamento está longe do preço supercompetitivo do seu antecessor, mas não deixa de ser o smartphone com o Snapdragon 865 mais barato a chegar ao mercado.

O Poco F2 Pro vai aterrar no mercado europeu por 499€ na versão base, e com isso chegam também alguns compromissos. Neste artigo elenco aqueles que podem ser considerados os seus maiores três defeitos, mas também três das suas maiores qualidades.

Here is everything you need to know about the brand new #POCOF2Pro. It is versatile and powerful. It is #PowerfullyCool. pic.twitter.com/wVgPt6Im3E

— POCO (@POCOGlobal) 12 de maio de 2020

Defeitos:

Ecrã de apenas 60Hz

Diz quem já usa um ecrã de pelo menos 90Hz que é impossível voltar aos 60Hz. É por isso mesmo que a taxa de atualização de apenas 60Hz presente neste Poco F2 Pro é imperdoável para alguns dos seus possíveis compradores.

Falta de estabilização da câmara pode ser um problema

A câmara não será o maior foco do Poco F2 Pro. O seu sensor Sony IMX686 tem potencial, mas não conta com estabilização ótica de imagem (OIS), e o equipamento não tem uma verdadeira lente telefoto para te proporcionam um zoom expressivo.

Carregamento sem fios

Por 499€, o iPhone SE oferece carregamento sem fios, ainda que de 5W. Pelo mesmo preço, não terás esta tecnologia que é compensada com carregamento com fio de 30W.

Qualidades:

Performance para dar e vender

O Snapdragon 865 com o modem para 5G incluído levou a que os preços dos smartphones que o usam aumentassem significativamente. No entanto, o Poco F2 Pro é o mais barato que poderás comprar, tendo este processador combinado com a RAM LPDDR5 e armazenamento UFS 3.0 (3.1 na versão de 256GB).

Ecrã total

Utilizando uma câmara frontal com mecanismo pop-up, tens acesso a uma experiência de ecrã total. O painel é AMOLED e tem brilho de até 1200 nits, para te proporcionar uma experiência verdadeiramente imersiva.

Entrada para jack 3.5mm

Esta é uma característica que vemos esquecida de muitos smartphones topo de gama. E se para uns é irrelevante, para outros continua a ser imperial manter a entrada para os seus headphones.

Here is the sum up of the newly launched #POCOF2Pro.And yes, the flagship killer has returned! #PowerfullyCoolAvailable NOW! https://t.co/Ehi2rYN8yo

— POCO (@POCOGlobal) 12 de maio de 2020

Deves ter em conta que este é um equipamento que também não conta com entrada para cartões microSD, USB-C 3.1, certificação à prova de água e poeiras ou altifalantes estéreo. Mas no final do dia, se quiseres performance, autonomia e um ecrã sem qualquer interrupção, serão 499€ muito bem gastos.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.