Xiaomi Android Oreo smartphone Xiaomi Redmi 5 PlusEstamos a cerca de um mês (16 de julho) de um dos maiores passos para a fabricante Android que nos surpreende pela relação custo-benefício. A Xiaomi está prestes a tornar-se numa empresa de capital aberto cujas ações serão livremente negociadas.

Fundada em 2010 por Lei Jun, a fabricante Android apresentou-nos recentemente o seu novo topo de gama (flagship), o Xiaomi Mi 8. Temos, para além do novo smartphone, uma nova pulseira inteligente, económica e que deverá vender em grandes quantidades.

Vê ainda: Xiaomi Mi 8 esgota novamente numa questão de segundos na China

Relembro ainda que no início do ano a Xiaomi propôs-se a vender um total de 100 milhões de smartphones em 2018. Número ambicioso que durante o primeiro trimestre de 2018 já atingiu e ultrapassou parte da quota definida para os 1ºs três meses do ano.

Com efeito, segundo várias agências de análise de mercado a Xiaomi vendeu mais de 28 milhões de dispositivos móveis.Valor registado neste período. Agora, a empresa precisa apenas de manter este ritmo até ao final do ano. Caso consiga ultrapassará com boa margem a meta a que se propôs.

Xiaomi tornar-se-á numa empresa de capital aberto

Algo que naturalmente agrada aos possíveis e futuros investidores assim que a empresa começar a estar cotada em bolsa. Ainda assim, relembro que a empresa declarou avultados prejuízos durante este mesmo trimestre. Cenário que deixa transparecer um investimento forte em pesquisa, desenvolvimento e na expansão para novos mercados. Tudo isto teve um custo e o próprio CEO não teve receio de declarar “o período vermelho” como tal.Xiaomi Lei Jun CEO Xiaomi Mi 7

Assim que der o próximo passo, a fabricante Android deverá ser cotada como valendo entre 75 a 80 mil milhões de dólares. Cotação na bolsa de Hong Kong. Valor que tem como fundamento, entre outros fatores, o crescimento da mesma.

Fabricante Android prepara-se para a sua IPO

Note-se que também foi considerado o prejuízo registado no primeiro trimestre do ano. Algo não parece ter afetado as estimativas dos analistas. Já numa última nota, na documentação que faz acompanhar a sua IPO (Initial Public Offering) a fabricante Android declara ter vendido 28 milhões de smartphones. Isto durante o 1º trimestre do ano.

Aguardamos agora pelo dia 16 de julho, data em que se concretizará este “passo” importante para a empresa.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy S10 e LG G8 podem dispensar notch graças a novo ecrã

Google Play Store: Faz o download da última versão da aplicação aqui (10.5.10)

LG G7 ThinQ poderá utilizar os ”AR Stickers” dos Google Pixel

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).