WhatsApp baniu mais de 400 mil contas durante as eleições no Brasil

Bruno Coelho
Comentar

A informação é revelada pelo próprio WhatsApp. Segundo um documento agora partilhado terão sido banidas mais de 400 mil contas do WhatsApp no Brasil durante o períodos das últimas eleições presidenciais.

Estas eram contas que espalhavam desinformação – fake news – e terão sido removidas entre 15 de agosto e 28 de outubro de 2018. Os grandes alvos eram as mensagens automáticas e enviadas em massa.

Jair Bolsonaro terá sido o candidato mais favorecido

Segundo revela um estudo de dados publicado recentemente pelo The Guardian, a maioria das fake news publicadas durante as eleições pretendiam favorecer o candidato Jair Bolsonaro.

Segundo estes mesmos dados, as mensagens com informações falsas tinham, em 42% dos casos, motivações de direita. A mesma fonte revela que apenas 3% das mensagens tinham motivações de esquerda.

O vencedor das eleições esteve também ligado a um escândalo por alegadamente terem sido enviadas mensagens de ataque ao seu rival Fernando Haddad. À data, o filho de Bolsonaro, Eduardo, criticou mesmo o WhatsApp por limitar estas mensagens.

Como sempre, não é plenamente certo que este tipo de mensagens falsas beneficie os candidatos diretamente. Isto porque receber as mensagens não significa que a pessoa tenha agido em favor ou contra elas. No entanto, o Facebook continua a ter de trabalhar bastante para reduzir a influência em eleições futuras.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.