Top 10: os smartphones mais vendidos do mundo em 2021

Rui Bacelar
Comentar

A Apple é responsável por 7 dos 10 smartphones mais vendidos durante 2021 em todo o mundo. Os dados são avançados agora pela agência de análise de mercado Counterpoint Research, mostrando a dominância da gigante de Cupertino face à sul-coreana Samsung e à chinesa Xiaomi.

Estas foram as três fabricantes a compor o Top 10 de vendas de acordo com a Counterpoint, ainda que a dominância da gigante norte-americana seja abismal. Mesmo assim, a Xiaomi conquistou dois lugares neste Top, ao passo que a Samsung apenas um.

Apple domina o Top 10 de smartphones mais vendidos em 2021

Counterpoint

Os primeiros cinco lugares do Top 10 de 2021 pertencem à Apple. Em particular e em primeiro lugar temos o Apple iPhone 12, o modelo mais vendido do último ano. Em segundo lugar está o iPhone 12 Pro Max, seguido do iPhone 13, iPhone 12 Pro e iPhone 11.

Mais ainda, os três primeiros modelos deste Top 10 representaram cerca de 41% de todas as vendas da Apple durante o último ano, com um dos modelos de nova geração - o iPhone 13 - a figurar nesta tríade vencedora.

Este feito é particularmente digno de nota uma vez que a geração iPhone 13 só chegou ao mercado no último trimestre de 2021, pelo teve menos tempo para competir no mercado face concorrência Android, por exemplo.

Ainda de acordo com a agência Counterpoint a forte procura pelos telemóveis Apple foi motivada pelo ciclo de renovação para dispositivos com 5G, bem como os altos índices de lealdade à marca que continuam a melhorar de ano para ano.

Samsung e Xiaomi destacam-se pelos smartphones baratos de gama baixa

Apple iPhone 12

Uma vez que a Apple ocupou 7 dos 10 lugares neste Top, para as fabricantes sul-coreana e chinesa sobraram apenas 3 vagas. Assim, a Xiaomi colocou os seus modelos Xiaomi Redmi 9A e Xiaomi Redmi 9 nesta tabela, ao passo que a Samsung só conseguiu colocar o seu Galaxy A12 neste Top.

Em causa estão os telemóveis mais baratos da Xiaomi, a custar cerca de 100 euros, bem como o telemóvel mais barato da Samsung, a custar sensivelmente o mesmo. Vemos, portanto, que estas marcas competem apenas no segmento de entrada e gama baixa com grandes volumes de vendas, ao passo que o segmento premium e de gama alta está dominado pela Apple.

Torna-se igualmente evidente o potencial da Xiaomi para ocupar o segmento de entrada com os seus telemóveis baratos, setor onde a Samsung tem dificuldades em competir com os preços baixos da rival chinesa.

Em 2021 aumentou a procura por novos modelos de smartphones 5G

The global smartphone market revenue crossed $448 billion in 2021, according to the latest research from Counterpoint TechnologyCredits: Counterpoint & Burner Bits pic.twitter.com/IJiWdh9xl7

— The Gidz Press (@TheGidzPress) 2 de março de 2022

Em suma, a popularidade dos iPhone em 2021 foi praticamente absoluta e sinónimo de telemóvel topo de gama. Para os demais consumidores, quando o orçamento é reduzido, a resposta foi encontrada junto da Xiaomi e Samsung.

Por fim, de acordo com a Counterpoint, no último ano existiam mais de 4 200 modelos de smartphones ativos no mercado global. Desse universo, o Top 10 supracitado contribuiu com 19% de todos os smartphones em circulação, um aumento face aos 16% registados em 2020, denotando um aumento da procura pelos novos modelos lançados recentemente.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com