TikTok pode processar Donald Trump pelo banimento!

António Guimarães
Comentar

De acordo com o Mashable, a resposta do TikTok ao pendente banimento da app nos Estados Unidos pode ser mais drástico do que pensávamos. A ByteDance, proprietária do TikTok, poderá mesmo tentar processar Donald Trump e o governo americano por consequência.

Isto será feito através de um processo federal, que pode dar entrada em tribunal já nesta próxima quinta-feira. Contudo, o TikTok ainda não emitiiu nenhum comunicado oficial, podendo esta resposta agressiva não chegar a materializar-se.

Nas redes sociais, o TikTok só transmite positividade. No Twitter oficial do TikTok dos Estados Unidos, foi publicado um vídeo de agradecimento a todos os utilizadores americanos, a agradecer por utilizarem a app e pelo apoio. O vídeo menciona ainda os 1500 empregados que o TikTok tem nos Estados Unidos.

A message to the TikTok community. pic.twitter.com/UD3TR2HfEf

— TikTok (@tiktok_us) 1 de agosto de 2020

TikTok tem 45 dias para resolver a situação

A semana passada, Donald Trump emitiu o derradeiro ultimato: o TikTok tem 45 dias para ser adquirido por uma empresa americana ou será banido dos Estados Unidos. Significa que todas as empresas americanas terão de parar de negociar e suportar o TikTok. As multas podem ir até 300 mil dólares para quem violar o banimento.

Entretanto, surgiram informações que sugerem uma possível compra por parte da Microsoft. Contudo, tal como o caso da Huawei, é pouco provável que a ByteDance vá dar o "braço a torcer" e vender o seu ganha-pão, a app que lhes fez milhões em lucro.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.