Spotify trará anúncios baseados nos podcasts que ouves

Carlos Oliveira
Comentar

Agora que o Spotify está a dar mais ênfase aos podcasts, é tempo de fazer algo semelhante com as publicidades. Em declarações ao The Verge, um porta-voz da empresa anuncia que irão possibilitar a inclusão de publicidades com base nos podcasts que ouvimos.

Com esta medida, será muito mais fácil direcionar um determinado tipo de publicidade para o público que realmente terá interesse nela. Por exemplo, será muito mais proveitoso para a Samsung direcionar os seus anúncios para aqueles que ouvem podcasts de tecnologia.

Publicidades continuarão a surgir no meio de músicas

Importa notar que a forma como as publicidades serão apresentadas não irá mudar. Com efeito, estas continuarão a surgir entre músicas para os utilizadores não premium do Spotify.

A grande diferença é que as publicidades apresentadas não serão selecionadas ao acaso. O Spotity terá por base os podcasts que ouves para selecionar as publicidades mais indicadas para ti.

Se gostas de podcasts de tecnologia, como o da 4gnews, começarás a ouvir mais publicidades relacionada com esse tópico. Se gostas mais de viagens, ouvirás mais publicidades sobre viagens.

Este novo método de publicidades ainda não está disponível em Portugal

Numa primeira fase, são dez os países que terão acesso a esta nova forma de direcionar publicidades no Spotify:

  • EUA
  • Canadá
  • Reino Unido
  • França
  • Alemanha
  • Espanha
  • Itália
  • México
  • Austrália

Como se verifica por esta lista, Portugal ainda não se encontra no lote de contemplados. Não temos qualquer previsão para a chegada desta funcionalidade ao nosso país, portanto, teremos de esperar por mais informações sobre o assunto.

Como são apresentadas as publicidades atualmente no Spotify

Atualmente, o Spotify direciona as suas publicidades tendo como base as tuas playlists, idade, localização, sistema operativo e outras. São informações que, mesmo assim, podem dar origem a publicidades mais dispares.

Com base nestas informações, torna-se mais difícil saber com certeza se um determinado utilizador está interessado numa publicidade da Samsung ou da Emirates.

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.