Sony espera que PS5 bata recorde que dura desde PlayStation 1

Bruno Coelho
Comentar

A PlayStation 5 foi lançada em novembro do ano passado, e continua a ser uma miragem para muitos jogadores. Mas isso não impede que a consola de nova geração seja um sucesso de vendas.

A Sony está tão confiante no desempenho comercial da consola, que espera que esta consiga bater um recorde de vendas apenas alcançado pela PlayStation 1. A revelação terá sido feita por Jim Ryan, CEO da PlayStation, durante uma reunião com investidores em maio.

22,6 milhões de unidades vendidas num ano fiscal é a marca a bater pela PS5

A agência de notícias Jiji revela que Kenichiro Yoshida, CEO da Sony, está em sintonia com este objetivo. E tê-lo-á dito aos investidores na reunião desta terça-feira. O objetivo é bater o recorde de 22,6 milhões de unidades vendidas PlayStation original durante o ano fiscal de 1998.

Sony espera que o ano fiscal de 2022 seja o mais forte de sempre da PlayStation
Sony espera que o ano fiscal de 2022 seja o mais forte de sempre da PlayStation

No gráfico apresentado aos investidores pela Sony em maio, é mostrado que a PlayStation 2 conseguiu 22 milhões de unidades vendidas no ano fiscal de 2002. A PS3 ficou-se pelos 14,4 milhões no ano fiscal de 2010, e a PS4 chegou aos 20 milhões no ano fiscal de 2016.

Tal como se pode ver, o objetivo da Sony não é bater o recorde já durante este ano fiscal. O objetivo é fazê-lo durante o ano fiscal de 2022 que se inicia em março do próximo ano, e termina no mesmo mês do ano seguinte.

ps5

Para o ano fiscal em que nos encontramos, a Sony espera atingir os 14,8 milhões de unidades vendidas. Algo que, embora não pareça tão impressionante, chegará para bater os números alcançados pela PS4 durante o seu segundo ano nas lojas.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.