Smartwatch Facebook: relógio foi cancelado mas este é o seu aspeto

Rui Bacelar
Comentar

Sensivelmente um ano após os primeiros rumores sugerem que o grupo Facebook, agora META, desenvolvia um produto físico para usar no pulso, um smartwatch, o projeto terá sido, entretanto, cancelado. Todavia, apesar de as notícias da sua existência só terem surgido há sensivelmente um ano, o trabalho neste produto já estaria em curso há cerca de dois anos.

O wearable (vestível) havia recebido o nome de código Milan e estaria já na fase de protótipo. Porém, o grupo META decidiu, mais recentemente, cancelar os planos existentes para a produção e comercialização de um novo gadget que nos conectasse, ainda mais, às redes sociais e demais plataformas de comunicação do grupo liderado por Mark Zuckerberg.

Este é o aspeto do protótipo do Facebook SmartWach

Facebook Smartwatch

A imagem do protótipo foi partilhada pela publicação Bloomberg, dando conta de várias das caraterísticas e opções de conetividade deste relógio cujo nome comercial nunca fora estabelecido. Aliás, nas palavras da publicação supracitada este era um rival do Apple Watch com duas câmaras fotográficas para, supostamente, captar e partilhar conteúdo a partir do pulso do utilizador.

Em simultâneo, a fonte aponta ainda que o grupo META não disponibilizará, tão cedo, os seus óculos de Realidade Aumentada. Este era outro dos produtos que tinha vindo a ser gradualmente sugerido e apontado por vários rumores. Em suma, não teremos, ao que tudo indica, novos produtos físicos da gigante das redes sociais.

Facebook

Não obstante, a Bloomberg aponta que o grupo tecnológico mantém o interesse neste tipo de produtos vestíveis. De qualquer modo, os planos para o relógio original foram cancelados, ainda que a empresa possa estar a desenvolver uma pulseira similar às smartbands de atividade física que continuam a crescer em popularidade.

O relógio do Facebook seria lançado em 2023 por 349 $

Facebook

Os planos originais do grupo META previam o lançamento no mercado em 2023 deste produto com um preço de venda ao público recomendado de 349 dólares. Seria, portanto, um rival declarado do Apple Watch, produto com quem partilha o formato geral e várias das premissas de funcionamento.

Acima vemos, por exemplo, o relógio com as suas duas câmaras, uma com 5 MP na parte frontal, ao passo que a segunda está localizada na traseira, com 12 MP e justaposta aos sensores de atividade. Naturalmente, este relógio permitiria acompanhar a atividade física do utilizador, além de acompanhar as suas deslocações.

O relógio teria GPS, Wi-Fi e autonomia até 18 horas

Facebook has halted development of a smartwatch with dual cameras and is instead working on other devices for the wristhttps://t.co/gopi49NjfJ

— Alexei Oreskovic (@lexnfx) 9 de junho de 2022

Teria também a possibilidade de captar fotografias e gravar vídeos, mesmo quando não tivéssemos o smartphone por perto. Este smartwatch teria conetividade Wi-Fi, bem como ligação às redes móveis, para além de localização GPS integrada.

Por fim, a sua autonomia prevista seria de 18 horas, com um "berço" ou estação de carregamento próprio. Agora, resta saber se a empresa voltará a dedicar a sua atenção a este tipo de produtos, ou se até mesmo as supostas smartbands serão abandonadas. De qualquer modo, ter mais um produto a registar os nossos movimentos e atividade pode não ser aquilo que os consumidores desejam.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com