Smartphones: Samsung, Apple e Qualcomm ficam aquém desta marca

Rui Bacelar
Comentar

A agência de estudos de mercado Counterpoint Research partilhou o mais recente relatório alusivo às principais fabricantes de processadores para dispositivos móveis. É com base nestes indicadores que podemos tirar novas ilações sobre o mercado de smartphones e das principais fabricantes como a MediaTek, Qualcomm, Apple, Unisoc, Samsung e Huawei.

O relatório compara as quotas de mercado das supracitadas fabricantes durante o quarto trimestre (Q4) de 2020 e 2021. Desse modo podemos aferir a dinâmica de mercado com base nas respetivas quotas de cada uma das marcas indicadas e temos algumas surpresas a indicar.

Em primeiro lugar, durante o quarto trimestre de 2021 a quantidade de chipsets vendidos aumentou 5% comparativamente com o período homólogo de 2020. Houve um grande aumento dos processadores com suporte para as redes 5G que representavam já a quase totalidade dos chipsets vendidos no Q4 de 2021.

De acordo com o diretor da pesquisa, Dale Gai, a "MediaTek liderou o mercado de chipsets para smartphones com 33% de quota de mercado. No entanto, a sua posição saiu reduzida em quatro pontos percentuais devido aos ajustes de inventário para a primeira metade do ano e os grandes volume pedidos pelas fabricantes sediadas na China. Muitos dos clientes tiveram que recorrer a outros fornecedores perante uma incapacidade da MediaTek em garantir todas as encomendas.

Em suma, observamos a MediaTek como líder de mercado, com a Qualcomm e os seus Snapdragon em segundo lugar. Logo em seguida, em terceiro lugar temos a Apple com os seus Apple A a integrar os iPhone, atualmente o smartphone mais popular do mundo, sobretudo na China, tal como demos a conhecer na 4gnews.

MediaTek supera a Qualcomm e os seus Snapdragon em volume de vendas

A Qualcomm foi a fabricante com melhor desempenho no mercado. Com efeito, a tecnológica norte-americana responsável pelos chips Snapdragon cresceu 18% no último trimestre de 2021. Aliás, aponta-se um crescimento anual de 33% para esta empresa.

Este crescimento deve-se sobretudo à maior penetração dos chips Snapdragon nos smartphones de gama média e de entrada. É aqui que se encontra o maior volume de dispositivos móveis, um bastião dominado pela líder de mercado, a MediaTek.

A Qualcomm marcou presença sobretudo nos smartphones Android premium, destacando-se aí face à MediaTek. Por outro lado, a Apple mantém-se firme em terceiro lugar, apesar da ligeira queda de 22% para 21% de quota de mercado.

Samsung e UNISOC seguram posições, desaparece a HiSilicon da Huawei

Incapacitada de produzir processadores devido aos bloqueios comerciais impostos, a fabricante da Huawei foi eclipsada. Mais concretamente, passou de 14% de quota de mercado (Q4 2020) para 2% no último trimestre de 2021.

A Samsung com os seus Exynos derrapou para quinto lugar, agora com 4% de quota de mercado. Note-se que nos seus smartphones Android a empresa sul-coreana usa processadores Snapdragon da Qualcomm e da sua própria linha Exynos.

Por fim, a UNISOC registou também um crescimento no Q4 de 2021, alcançando os 11% de quota de mercado. Os seus processadores estão presentes nos smartphones mais baratos de fabricantes como a HONOR, Realme, Motorola, ZTE, Transsion, bem como a Samsung.

Editores 4gnews recomendam:

  • Nubia Z40 Pro: o novo smartphone que vais querer ter na Europa
  • Realme GT e Realme GT2 Pro: estes são os preços para a Europa
  • MEO (Altice Portugal) anuncia vitória no 5G em todos os distritos de Portugal
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com