Samsung lança o Matter e dá nova vida à SmartThing para Smart Home

Rui Bacelar
Comentar

A Samsung Electronics deu hoje a conhecer a disponibilidade da funcionalidade Matter, alavancando as possibilidades da sua plataforma SmartThings para controlo dos gadgets IoT. Assim, permitindo um controlo integrado destes dispositivos através da aplicação em questão, a sua SmartThings.

É o mais recente avanço no sentido de facilitar a gestão dos nossos produtos inteligentes, desde a fechadura da porta, ao frigorífico e máquina de lavar com ligação Wi-Fi. Desse modo, a Samsung espera também estimular a adoção e normalização dos lares inteligentes, a Smart Home.

Smart Home ou casa inteligente, onde vários eletrodomésticos se "ligam por magia"

Samsung SmartThings

Os atuais hubs SmartThings e a app Android serão atualizados para ganharem a capacidade de controlar dispositivos certificados Matter. Este é o mais recente avanço fruto, também, da parceria estabelecida com a Google.

Assim, através desta atualização, os utilizadores do SmartThings podem controlar os seus dispositivos Matter a partir de uma única aplicação, em vez de utilizarem múltiplas aplicações dos diferentes fabricantes dos dispositivos.

Na prática, os utilizadores de smartphones e tablets Samsung Galaxy conseguirão integrar facilmente dispositivos compatíveis com a Matter, tanto nos ecossistemas SmartThings como no Google Home. É um sérios esforço para simplificar a Smart Home.

Samsung reforça aposta no IoT com suporte do protocolo Matter

Samsung Electronics Launches Matter Functionality, Ushering a New Era of Interoperabilityhttps://t.co/pb1SYIBKCC

— Samsung Electronics (@Samsung) 25 de outubro de 2022

A Samsung tem sido desde o início uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento do Matter, tendo sido inclusive uma das primeiras empresas a receber a certificação nos seus produtos.

Assim, no início deste ano, a Samsung apresentou televisores e frigoríficos Family Hub que podem ser atualizados para suportar a funcionalidade de controlador Matter. Na prática, simplificando a integração tanto com a Samsung como com dispositivos de terceiros.

Entretanto, em maio de 2022, o SmartThings anunciou o seu programa de acesso antecipado a parceiros, no derradeiro passo em direção a um ecossistema totalmente compatível com o Matter.

Agora, por fim, permitiu, a um grupo selecionado, o acesso antecipado tanto ao hub como ao software móvel SmartThings, já com suporte preliminar ao Matter.

"Samsung Galaxy phone and tablet users will be able to easily onboard Matter-compatible devices to both the SmartThings and Google Home ecosystems."- Samsung pic.twitter.com/fmAS9IPWzx

— Anthony (@TheGalox_) 12 de outubro de 2022

"Estamos agora a passar da conectividade básica para a construção de experiências incríveis", refere Jaeyeon Jung, Vice-Presidente Empresarial e Chefe do SmartThings, Mobile eXperience Business da Samsung Electronics.

"O Matter é o futuro, ao oferecer aos consumidores uma vasta escolha e a garantia de compatibilidade entre dispositivos inteligentes. O dia de hoje é um marco significativo para a adoção em massa de dispositivos inteligentes em casa", adiantou.

O SmartThings suporta uma funcionalidade chamada multi-admin, que permite aos utilizadores controlar os seus dispositivos Matter a partir de múltiplas plataformas e aplicações.

A propósito, ainda este mês, a Samsung e a Google anunciaram uma parceria alargada para levar o suporte multi-admin para o próximo nível. Na prática, melhorando a interoperabilidade e oferecendo melhores experiências aos utilizadores.

SmartThings da Samsung é uma das plataformas IoT mais abrangentes

Samsung SmartThings Matter

Além disso, a plataforma aberta do SmartThings oferece um dos maiores ecossistemas integrados, e os produtos certificados Matter serão lançados em todas as marcas, incluindo Google Nest, Eve Systems, Nanoleaf, Yale, entre outros.

Por fim, o suporte Matter nos controladores começará com a segunda e terceira gerações do SmartThings Hub, bem como com o Aeotec Smart Home Hub.

Ademais, todos os hubs continuarão a suportar os dispositivos Zigbee, Z-Wave, e Local Area Network, incluindo Wi-Fi e Ethernet. Numa última nota, estes serão atualizados para permitir a integração indireta com outros dispositivos Wi-Fi, Ethernet e Thread baseados em Matter.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt