Samsung Galaxy Z Fold Tab: será este o aspeto do tablet dobrável para a Europa?

Rui Bacelar
Comentar

A Samsung é a atual líder do mercado de smartphones, tendo nos telefones dobráveis uma das suas prioridades e pontos de destaque face às rivais como a Apple, Xiaomi e OPPO. Agora, ficamos a saber que pelo menos um tablet dobrável pode estar a ser preparado pela tecnológica sul-coreana.

Em causa está o registo da marca "Z Fold" da Samsung na Europa, adquirindo também no nosso continente a proteção legal conferida pela EUIPO. Mais ainda, na patente a Samsung quer precaver a sua posição não só no segmento dos smartphones, mas também nos tablets!

A Samsung protegeu a sua linha "Z Fold" também na Europa

Samsung Galaxy Z Tab Fold Europa
Excerto da página de registo da patente submetida pela Samsung na EUIPO.

Segundo a investigação efetuada pela publicação LetsGoDigital, sempre atente à submissão e registo de novas patentes pelas principais tecnológicas, a Samsung quer precaver a sua linha "Z Fold" e a sua propriedade intelectual também na Europa.

Ainda que de momento seja apenas um produto hipotético, certo é que ao abrigo da nova patente submetida a tecnológica pode colocar no mercado um Galaxy Z Fold Tab. No entanto, tudo o que temos de momento são representações digitais do produto.

Com efeito, as imagens que ilustram este artigo mostram-nos como seria um tablet com estas caraterísticas. Isto é, um dispositivo dobrável de grandes dimensões, necessariamente focado na portabilidade, bem como na produtividade a retirar do grande ecrã.

Este é o possível aspeto do tablet dobrável da Samsung

Samsung Galaxy Z Fold Tab
Representação artística digital (render) do possível tablet dobrável. Crédito: LetsGoDigital

Estamos perante um formato de dobra / implementação similar a um flyer, os folhetos informativos. Neste caso, o hipotético Samsung Galaxy Z Fold Tab dobraria (e desdobraria) em três porções principais assentes numa estrutura dúctil, reforçada com metal.

Os dobráveis são, como temos vindo a noticiar, um dos maiores vetores de aposta da Samsung. Com efeito, é aqui que a tecnológica tem depositado as maiores esperanças (e investimento) para se poder diferenciar neste maduro mercado de dispositivos móveis.

Desse modo, não se afigura de todo improvável que tal dispositivo esteja pelo menos a ser estudado. Entretanto, também se encontra legalmente acautelado com a nova patente da fabricante, na Europa e no resto do mundo.

De momento mais não é que um produto hipotético

Samsung Galaxy Z Fold Tab
Representação artística digital (render) do possível tablet dobrável. Crédito: LetsGoDigital

A grande área de ecrã torná-lo-ia numa tela irresistível para as S-Pen da Samsung nas suas mais variadas iterações. Claro, para já é apenas um conceito, uma representação imagética daquilo que pode vir a ser desenvolvido, a seu tempo, pela marca líder.

Por outro lado, o mercado dos tablets é, em si, uma gota de água no universo das vendas das maiores fabricantes. Aliás, para além da Apple, pouca ou nenhuma outra fabricante retirará proveitos significativos deste mercado tépido.

Atente-se nos dados da agência IDC relativamente ao mercado dos tablets. Aí, vemos a Apple confortavelmente em primeiro lugar, com a Samsung em segundo e, em terceiro lugar, a chinesa Lenovo.

Vemos ainda que o formato preferencial para computação pessoal repousa nos portáteis (notebook). O tablet (com capa / teclado associado) ocupa uma modesta segunda posição, ao passo que os híbridos (detachable tablet) ocupam a terceira posição.

Existirá procura para um tablet dobrável da Samsung?

IDC
O formato mais usado para computação pessoal. Crédito: IDC

A primeira resposta seria um rotundo não. Há longos anos que um tablet Android não faz vibrar o mercado. A exceção, novamente, são os iPad que já ousam pisar a linha com os chips M1, os mesmos que encontramos na nova estação de trabalho iMac.

Por outro lado, a Samsung tem já um sólido e reconhecido ecossistema de produtos. E, quem melhor que a marca que nos trouxe os Galaxy Fold e Flip para criar um tablet dobrável? A grande lousa digital que permita ser dobrada e transportada, quiçá, no bolso.

São conjeturas atrás de conjeturas, mas certo é que há uma tutela legal para este conceito. Pertence à Samsung e a ela caberá a decisão de o explorar comercialmente ou não.

O registo da patente no European Union Intellectual Property Office (EUIPO) acalenta esta possibilidade. Poderemos ter um tablet dobrável de 10 polegadas? E será a sua apresentação no primeiro trimestre de 2022?

Certo é que, também na Europa, a marca Samsung Z Fold está reservada tanto para smartphones como para tablets.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.