Samsung Galaxy S23 Ultra não vai ser atualizado neste ponto específico

Mónica Marques
Comentar

Depois do sucesso do Galaxy S22 Ultra da Samsung, todas as atenções e rumores estão a concentrar-se no seu sucessor.

Mas parece que o Galaxy S23 Ultra vai herdar exatamente a mesma bateria de 5.000 mAh do seu antecessor que já a tinha herdado do Galaxy S21 Ultra.

Samsung Galaxy S23 Ultra com a mesma bateria do modelo anterior

Samsung Galaxy S22 Ultra
O Samsung Galaxy S22 Ultra conta com uma bateria de 5.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 45 watts Crédito@Samsung

O próximo evento Unpacked da Samsung acontece no próximo dia 10 de agosto e irá revelar as duas novas gerações de dobráveis Galaxy Fold 4 e Galaxy Flip 4. Mas os rumores sobre estes equipamentos parecem ter abrandado, agora que já foram feitas tantas revelações e estamos muito próximos de os conhecer oficialmente.

É tempo de concentrar as atenções e rumores em outro equipamento Samsung. Depois do sucesso do Galaxy S22 Ultra, naturalmente os holofotes viram-se agora para o seu sucessor Galaxy S23 Ultra.

E ainda que, para já, se saiba muito pouco sobre este smartphone, os próximos tempos prometem revelar mais, já a partir de hoje. O conhecido e fiável leaker Ice Universe parece estar a iniciar a tendência e acaba de avançar que o próximo flagship Galaxy S23 vai manter a mesma bateria do seu antecessor que, por sua vez a herdou do Galaxy S21 Ultra que a foi buscar ao Galaxy S20 Ultra.

A confirmar-se a informação avançada pelo leaker, o Galaxy S23 Ultra vai ter a mesma bateria de 5.000 mAh presente nos flagships desde o Galaxy S20 Ultra, lançado em fevereiro de 2020.

Mas antes de nos deixarmos levar pela frustração de a bateria não ser atualizada, temos de considerar que muitos outros smartphones de topo estão igualmente equipados com uma bateria de 5.000 mAh. E que o exemplo da integração de uma bateria maior, com 6.000 mAh, no Asus ROG Phone 6 fez com que este modelo seja ligeiramente mais pesado e tenha uma espessura mais grossa (e não tão premium) como os restantes modelos com uma bateria mais pequena.

Samsung Galaxy S23 Ultra altera uns recursos e mantém outros

Ora a Samsung pode não atualizar a bateria exatamente para não "engordar" o Galaxy S23 Ultra. Por outro lado, também não pode baixar a fasquia dos 5.000 mAh, especialmente se atualizar o processador, como é expectável que faça, para o chip Snapdragon 8 Gen 2.

Entre o design premium e as necessidades de autonomia de bateria, a Samsung parece ir aplicar a fórmula vencedora do Galaxy S22 Ultra e manter a bateria de 5.000 mAh.

Por outro lado, alguns rumores estão a avançar que a gigante sul-coreana irá também manter o sensor telefoto periscópio de 10 megapixéis com zoom ótico de 10x no Galaxy S23 Ultra.

Mas, tal como já referimos, uma das grandes atualizações será o "coração" do flagship que vai será o processador Snapdragon 8 Gen 2 e, aparentemente, em todas as regiões do mundo. Os utilizadores europeus podem despedir-se do chip Exynos que não será integrado no próximo modelo premium da marca.

Outra das mudanças que podemos assistir é a integração de um sensor primário de 200 megapixéis na configuração de câmara traseira do terminal. Recorde-se que a Samsung é fabricante destes componentes e que o seu sensor ISOCELL HP1 (com 200 megapixéis) em breve poderá surgir no mercado acoplado ao Motorola Edge 30 Ultra e ao Xiaomi 12T Pro.

Mais: recentemente a Samsung revelou já o sucessor deste sensor, ISOCELL HP3, que regista a mesma resolução de 200 megapixéis, mas conta com a mais recente tecnologia direcionada para a captação de imagens.

Por estas razões, não seria de surpreender que a Samsung integrasse um componente fabricado por si com a mais recente tecnologia de ponta num flagship como o Galaxy S23.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.