Samsung Galaxy Note FE
Samsung Galaxy Note 7 FE

Quase um ano depois, a Samsung decidiu que, apesar de tudo o que se passou, seria uma opção válida lançar o Galaxy Note 7 FE. E, quer se queira ou não, o Note 7 dedicado aos fãs tem, de facto, algumas vantagens que poderão ser notadas claramente face aos atuais flagships da empresa sul-coreana.

Por isso, mesmo que os Galaxy S8 constituam um par de smartphones quase perfeitos, não invalida que os mesmos tenham um ou outro defeito ou, de um modo menos agressivo, um ou outro aspeto que poderia ser melhorado numa versão seguinte, bem como a falta de funcionalidades específicas. No entanto, a sorte de alguns é que não será necessário esperar muito mais por um terminal capaz de colmatar tais problemas – se assim lhe podemos chamar.

Vê também: Motorola abusa da sorte? Brasil pode ficar sem estes “Moto”

   

Com efeito, de seguida, serão apresentadas as três razões que certamente fazem do Note FE um dispositivo superior, imponente e uma opção bem mais do que válida no momento da sua aquisição.

S-Pen

Dessa forma, em primeiro lugar, e como não poderia deixar de ser, o Note 7 FE é, desde logo, um ótimo equipamento uma vez que possui uma S-Pen. Ou melhor, a S-Pen. Aquela que pode ser colocada de frente para trás e de trás para a frente sem que o mesmo diga “Adeus”. Aquela que pode misturar-se com a água e com o pó. Aquela que realmente serve para alguma coisa.

A S-Pen é uma vantagem que o Samsung Galaxy Note 7 FE apresenta, não só em comparação aos S8, bem como a todos os smartphones e phablets do mercado!

Para além disso, ainda sobre a S-Pen, com a apresentação do terminal explosivo apresentado em agosto passado, a Samsung trouxe uma atualização de software significativa nesta área. Quem se lembra daquela feature indispensável (e absolutamente incrível) que permitia a anotação breve logo após a retirada da S-Pen do seu pequeno casulo? Onde a sua “tinta” branca se sobressaía no fundo negro, como se de lousa se tratasse. Isto sim é uma stylus com cabeça, corpo e membros.

Câmara

Em segundo lugar, a sua câmara. A câmara dos Galaxy S8 é a mesma da dos S7, é certo e sabido. Bom, no meio do lançamento desses dois pares de smartphones, está o Note 7. Ou seja, também esse tem a câmara traseira que vemos nos flagships que vimos serem apresentados em abril deste ano em Nova Iorque. E claro, se o Note 7 a tinha, o FE tem-na também.

Câmara Galaxy Note 7 FE

E não, o Galaxy Note 7 FE não tem uma Dual-Câmara. Contudo, tem com certeza uma das melhores câmaras presentes na traseira dos terminais atualmente no mercado. Aquela abertura de f/1.7 e os clássicos 12MP são o suficiente para que, de dia ou de noite, sejam tiradas as melhores fotografias possíveis. Para além disso, desde lá, a Samsung Experience concedeu melhorias a nível de software à aplicação da câmara e, mais do que nunca, as capturas com o Note deverão corresponder a todas as expectativas.

Leitor de impressões digitais

Por último, por incrível que possa parecer, o Note 7 FE tem algo que nenhum dos novos S8 da Samsung pode afirmar ter. O quê? Para além da S-Pen, um leitor de impressões digitais num sítio adequado. Porque, de facto, mais que ter um sensor biométrico, um smartphone deverá tê-lo se e só se este tiver qualidade suficiente para tal e, para além disso, estiver localizado devidamente.

Bom, qualidade ele tem, no Note e nos Galaxy S8. Já a localização adequada, bom, apenas no Note 7 FE. Aliás, o Gonçalo Pereira, autor na 4gnews, disse que nunca esperou ver tanta gente a usar o método de desbloqueio “Código Padrão” para desbloquear um smartphone de topo em 2017. É triste, de facto. Porém, não é assim tão mau para quem tencionar usar o novo Note pois este não cedeu, ainda, à moda dos terminais sem margens (ou bezels), pelo que o seu sensor biométrico está localizado na parte frontal do mesmo – para muitos, o sítio mais conveniente possível.

Como algo tão simples e comum como o leitor de impressões digitais poderá ser um ponto mais do que justificável da compra do Samsung Galaxy Note 7 FE…

Em suma, mais do que qualquer outra coisa, seja pela câmara, pelo método de desbloqueio ou pela S-Pen, o Galaxy Note 7 FE é, sem sombra de dúvida, uma excelente opção para terminar este ano em grande. Em termos de elegância, também pouco ou nada pode ser apontado como defeito e, por isso, estes serão os três aspetos que, à partida, fariam qualquer pessoa comprar este terminal de olhos fechados.

Porém, nem tudo são qualidades e, consequentemente, haverá um artigo, que será publicado amanhã, no qual serão descritos os três principais pontos negativos deste terminal, que concede um autêntico conjunto de sentimentos distintos. Por isso, já sabes.

Se estás a pensar adquirir este smartphone (ou phablet), pensa que, como sempre, por não haver equipamentos perfeitos, então ele também terá os seus calcanhares de Aquiles. Depois de os conheceres, aí sim poderás ponderar se, para ti, são tão comprometedores quanto isso, ou se não farão diferença nenhuma.

Outros assuntos relevantes:

Possível Xiaomi Mi 6 Plus vai ser lançado no dia 11 de Julho

Opinião: Zeiss deixa Microsoft e volta para a Nokia à procura de um final feliz

Nova capa que sugere o aspecto final do Apple iPhone 8

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.