Samsung revela quanto custam os componentes dos seus smartphones

Carlos Oliveira

De ano para ano, os smartphones têm vindo a ficar mais caros. Tal cenário não se deve apenas à inflação do mercado, como também ao aumento dos preços dos componentes necessários para a sua construção. É precisamente acerca deste último ponto que a Samsung nos vem agora elucidar.

O seu site de suporte oficial na Índia tem agora uma secção que nos mostra quanto custa cada componente de cada um dos seus smartphones. Este tipo de informação não só é relevante para os mais curiosos, como ainda nos dá uma ideia dos custos associados à reparação desses equipamentos.

Galaxy S10 Plus

Ainda assim, não temos um leque de informações tão basto como seria desejável. Na verdade, apenas são mostrados os valores para o ecrã, motherboard, bateria e traseira de cada equipamento.

Estes dados servem sobretudo para termos uma ideia dos custos associados a cada equipamento

Como deves imaginar, os preços mostrados estão em Rupias, portanto, para satisfazeres a tua curiosidade terás de converter esses valores para euros. Ainda assim, isso não será problema para os mais curiosos.

Observando os dados disponíveis, podemos concluir que o componente mais caro que a Samsung possui atualmente é a motherboard do Samsung Galaxy S10+ com 1TB de memória interna. Com efeito, só este componente custa à Samsung cerca de 442€.

Galaxy S10

Em segundo lugar, temos a placa de um Samsung Galaxy Note 9 com 512GB de memória interna. Esta, por sua vez, cifra-se nos 420€. No extremo oposto temos o ecrã do Galaxy J6 2018 que custa apenas 40€, sendo que o seu componente mais caro é a sua motherboard com um valor de 100€.

Tal como a própria sul-coreana refere, estes são valores sujeitos a alteração derivado a vários fatores. São números que se encontram vulneráveis a taxas de câmbio, impostos e mão de obra. Em todo o caso, será sempre interessante termos acesso a este tipo de dados.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.