Como pagar SCUTs e portagens em dívida sem sair de casa!

Rui Bacelar

Ao viajar pelas autoestradas de Portugal temos que pagar SCUTs, ou pagar portagens e por vezes, ambos. Aqui damos a conhecer as formas e prazos para proceder ao pagamento de portagens, mesmo sem sair de casa.

A Via Verde é o melhor sistema para pagar portagens eletrónicas nas SCUTs e em toda a rede de autoestradas convencionais. Já para quem não tenha o identificador, os CTT correios são a melhor opção para verificar e pagar portagens em dívida!

Passaste sem identificador? Vê o histórico no CTT portagens e quanto tens a pagar!

Se não tens Via Verde, ou se tens e por algum motivo o identificador não funcionou corretamente e passaste em vias com os pórticos de cobrança eletrónica, é provável que tenhas portagens em dívida. Este é o primeiro ponto a verificar.

Consulta o valor das portagens em dívida nas plataformas indicadas. Além disso, ficarás a saber o histórico, em que SCUTs passaste, tanto em vias da Brisa como da Ascendi. Precisas apenas da matrícula do veículopara usar a CTT portagens:

Acede à plataforma CTT - Portagens em dívida

A plataforma responde imediatamente a "como saber em que SCUTs passei?". Agora, podes pagar portagens online.

Obtém a referência MB para pagar as portagens em dívida

Caso tenhas portagens ou SCUTs em dívida, há várias formas de fazer o pagamento e o Multibanco é a mais cómoda, pois basta gerar uma referência MB para o efeito. Aqui tens 3 formas de pedir a referência MB para fazer o pagamento.

1. Através da plataforma CTT portagens que permite também gerar a necessária referência multibanco. É necessário introduzir o número da matrícula do veículo, além do número de telefone do utilizador.

Acede à plataforma CTT - Referência MB

2. A partir do telemóvel, enviando uma SMS para o número 68881 com o seguinte texto: CTTMB [espaço] matrícula [espaço] NIF. Por exemplo: CTTMB 00-BB-11 206674364. O envio desta SMS tem o custo de 0,30 cêntimos mais IVA.

3. Através da aplicação CTT para dispositivos móveis Android e iOS. Com o telemóvel ou tablet podes gerar a referência multibanco, entre outros serviços e opções.

O multibanco é a opção mais cómoda para pagar SCUTs e portagens

Em seguida, para finalizar o pagamento de portagens ou SCUTs, escolhe o meio mais conveniente. Podes dirigir-te pessoalmente a qualquer caixa multibanco, utilizar a app MB Way ou o serviço homebanking, estes dois últimos sem ter que sair de casa.

Terminado o procedimento para pagar SCUTs ou portagens, é enviada uma SMS no prazo de 48 horas para o telemóvel, confirmando assim o pagamento.

Há mais formas para pagar SCUTs em atraso

Podes deslocar-te pessoalmente a uma loja CTT, ou a um agente Payshop. Em ambos os casos terás o custo acrescido da taxa administrativa de 26 cêntimos mais o valor do IVA. Este é o regime válido para veículos com matrícula portuguesa.

Vale referir que estes procedimentos só são válidos durante cinco dias úteis após 48 horas da passagem pela portagem eletrónica. Portanto, dois dias após teres passado pela SCUT ou autoestrada, tens cinco dias úteis para saldar a dívida.

Se, ao utilizar a plataforma CTT portagens não é apresentado qualquer resultado, é provável que o prazo normal de 5 dias já tenha passado. Nesse caso consulta diretamente a plataforma Pagamento de Portagens:

Acede à plataforma Pagamento de Portagens

Podes ainda contactar a concessionária - Brisa e Ascendi -, para que te forneça os dados necessários. Em última instância, após 30 dias, as dívidas são encaminhadas para a Autoridade Tributária e Aduaneira e trarão custos acrescidos.

A melhor forma de evitar multas de portagens é a Via Verde

Para evitar as multas de portagens, ou pagamento fora de prazo, a solução é adesão à Via Verde. O sistema opera através de débito direto na conta bancária associada em regime de pós-pagamento, com fatura ao fim do mês.

Alternativamente, pode pedir um dispositivo eletrónico de matrícula ou DEM, junto dos CTT. É um sistema de pré-pagamento, com o equipamento a ser pré-carregado e o respetivo saldo a ser gasto em cada passagem pelas portagens eletrónicas.

Há ainda uma terceira opção, sem registo, na forma dos dispositivos temporários (DT). São fornecidos nas lojas dos CTT, funcionam em regime de pré-carregamento com um prazo de 90 dias e renovação a cada novo carregamento.

Podes circular nas autoestradas de Portugal com matrícula estrangeira

Existem quatro soluções precavendo os pórticos ou portagens eletrónicas em SCUTs e autoestradas convencionais, a saber:

Fica também a conhecer 3 ferramentas gratuitas para calcular o custo das portagens antes de sair de casa e aproveita ainda para ver tudo o que o portal ViaMichelin é capaz de fazer para planear viagens!

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.