Home Android

OPPO, irmã da OnePlus, apanhada a mentir nas benchmarks do AnTuTu

OPPO, irmã da OnePlus, apanhada a mentir nas benchmarks do AnTuTuA OPPO faz parte da BBK, a mesma empresa que detém a OnePlus e Vivo. Por isso é que esta notícia não é propriamente boa para todos os envolvidos. O mais recente OPPO F7 foi apanhado a mentir nas benchmarks do AnTuTu.

O AnTuTu não nos informa se um smartphone é bom ou mau, contudo, é uma das formas possíveis de comparar os dispositivos no mercado. A pontuação final do AnTuTu avalia a potência de processamento, gestão de RAM no multi-tasking, gráficos e ainda a experiência de Utilização com o Interface.

Vê ainda: Xiaomi Redmi S2 chega no dia 10 de maio por cerca de 150€

O rei do AnTuTu neste momento é o Asus Zenfone 5Z, que ultrapassou o Samsung Galaxy S9+ nas pontuações da aplicação. A OnePlus, OPPO e Xiaomi normalmente também se safam bem e conseguem quase sempre deixar um smartphone no top 10. Porém, depois destas informações, temos de nos questionar sobre a pontuação final.

De acordo com o website Genko OPPO F7 mentiu nas benchmarks e há formas de o provar. O processador Helio P60 da MediaTek era indicado a ignorar a velocidade de processamento quando estava a correr uma aplicação com o nome “AnTuTu”.

Os smartphones da OnePlus são muito “inspirados” nos dispositivos da OPPO

Os processadores normalmente conseguem mais capacidade de processamento do que o que são indicados. De forma a manter o terminal saudável, quando o smartphone exige demasiado do processador, o chip simplesmente corta esta performance. Não ultrapassando o clock indicado.

Com este tweak da OPPO, o F7 simplesmente ignorava esta possibilidade e, durante o teste, processava com a maior potência possível. Como não acontece o mesmo para todas as aplicações. Podemos concluir com isto que o pessoal da OPP decidiu mentir nas benchmarks.

“Antutu” estava na Whitelist do OPPO F7

O mesmo website referiu que modificou o nome de uma aplicação para “AnTuTu” e viu a performance dessa aplicação ser melhor do que o normal. Ou seja, há determinados nomes na “whitelist” de forma a dar um boost extra aos números de benchmark.

Havia necessidade para tal? Claro que não! A OnePlus nunca teve em situações do género, porém, marcas como a Samsung já foram apanhadas a mentir antes. Esperemos que as fabricantes sejam mais honestas no futuro. Como podemos ver a “mentira tem perna curta”.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi lança tradutor portátil com Inteligência Artificial por 39€

LG G7 ThinQ vs Apple iPhone X – dois vencedores com Android e iOS

Android. 5 alternativas na Play Store ao Google Now Launcher

Fonte | Via

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia