OnePlus anuncia fim do suporte oficial em 2 dos seus smartphones

Bruno Coelho
Comentar

Costuma dizer-se que tudo tem um fim. E no que diz respeito a receber suporte de software, há dois smartphones da OnePlus em fim de vida. Se és dono de um OnePlus 6 ou OnePlus 6T, a marca anunciou oficialmente que estes não serão mais atualizados.

Recorde-se que o OnePlus 6 foi lançado em maio de 2018, e o OnePlus 6T em novembro do mesmo ano. Pouco mais de três anos depois, e com três grandes atualizações de Android para trás, não terão direito a provar o novo Android 12.

OnePlus 6 e OnePlus 6T não receberão mais atualizações oficiais

“Após 3 grandes atualizações e mais de 3 anos de atualizações, cerca de 60 versões beta fechadas e mais de 30 versões beta aberta, agora é hora de fechar um capítulo e anunciar o fim do suporte oficial ao software OnePlus 6 e 6T”, escreve a empresa em comunicado.

OnePlus 6

A OnePlus agradece o “apoio constante” dos utilizadores que fez com que fosse melhorada a experiência de software nos referidos equipamentos. A marca agradece especialmente a quem, desde 2018, testa as funcionalidades em versão Beta antes de chegarem à versão estável.

Isto significa que, se tens um OnePlus 6 ou OnePlus 6T, a versão 11.1.2.2 da Oxygen OS foi a última a chegar ao teu terminal. Esta ficou disponível em novembro de 2021, e tem por base o Android 11.

É bom termos em conta que a OnePlus prometeu três anos de atualizações de segurança para estes dois smartphones. E é isso mesmo que acaba por cumprir, numa altura em que o OnePlus 6 caminha para quatro anos de vida.

Quem tem um OnePlus 8 ou mais recente, estará melhor neste sentido. É que este ano a OnePlus prometeu que a partir dessa linha de smartphones, os seus equipamentos passam a ter direito e três grandes atualizações de Android, e quatro anos de atualizações de segurança.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.