OnePlus 10 Pro falha drasticamente em reconhecido teste de durabilidade

Carlos Oliveira
Comentar

O OnePlus 10 Pro foi anunciado no início de janeiro na China, permanecendo em exclusivo naquele mercado. Ainda assim, o popular canal JerryRigEverything já realizou o seu reconhecido teste de durabilidade ao produto.

Infelizmente para a OnePlus, o seu mais recente topo de gama não sobreviveu a este duro teste de resistência. Com efeito, será um duro golpe para a perceção generalizada do mercado acerca do OnePlus 10 Pro.

OnePlus 10 Pro parte a meio neste teste de durabilidade

Há bastante tempo que não víamos um smartphone partir durante o popular teste do canal JerryRigEverything. O OnePlus 10 Pro traz novamente essa amarga sensação e isso poderá manchar a sua reputação antes sequer da sua chegada aos mercados globais.

Tal como pode ser constatado no vídeo, o OnePlus 10 Pro parte imediatamente abaixo do módulo da câmara. Para Zack, o responsável pelo canal, este infeliz desfecho estará ligada a alguma falta de integridade estrutural.

Essa falta de integridade deriva, aparentemente, das duas grandes células de 2500 mAh presentes no interior do OnePlus 10 Pro. O espaço físico que ambas ocupam reduziram o espaço disponível para dar maior segurança à estrutura do smartphone.

É pena que este teste tenha este desfecho, visto que os restantes componentes do OnePlus 10 Pro apresentam a robustez esperada. Temos um ecrã com riscos apenas a partir do sexto nível da Escala de Mohs, laterais em alumínio e uma traseira em vidro com textura.

O módulo da câmara do OnePlus 10 Pro é também protegida por uma camada de vidro, oferecendo o mesmo nível de resistência do ecrã. Isso significa que umas chaves não irão riscar o painel.

Em suma, temos um equipamento construído com os materiais mais utilizados no segmento premium, porém, com falhas estruturais. Algo que deve ser sublinhado para que os utilizadores do OnePlus 10 Pro não sejam surpreendidos com uma traseira partida.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.