blackberry priv Android 4gnews 1

O BlackBerry Priv é o smartphone mais actual da outrora gigante canadiana. Concebido para trazer a marca de novo à ribalta, adoptando até um novo sistema operativo em detrimento do seu próprio Blackberry OS. Contudo, nem o Android foi capaz de inverter a espiral recessiva que, já há vários anos, assombra as vendas desta construtora.

O Bom

Começando pelas boas notícias, o BlackBerry Priv deverá receber a actualização para Android 6.0 Marshmallow já no início do próximo mês de maio. O vídeo, no fim do artigo, mostra-nos um BlackBerry Priv já com a mais recente versão deste sistema operativo, o que nos leva a crer que já estão a efectuar os habituais testes antes de disponibilizar o firmware ao público geral. Em suma, entre meados de maio e fins de abril, se tens um BlackBerry Priv, deverás receber a atualização nesse intervalo de tempo.

   

O Mau

Quanto a Blackberry publicou o seu relatório de contas, relativo ao último trimestre fiscal de 2015, foram várias as notícias que daí surgiram (algumas pouco mais do que mera especulação, outras mais consistentes). Pois bem, de acordo com o relatório oficial de contas, durante os últimos 3 meses de 2015, a BlackBerry gerou 464 milhões de dólares em receitas, uma diminuição de 30% em comparação com o período homólogo do ano anterior e ficando abaixo dos 563 milhões de dólares em receitas, valor previsto por Wall Street.

Lucros no Software e serviços, prejuízos no hardware

John Chen, CEO da BlackBerry
John Chen, CEO da BlackBerry

Houve, contudo, um significativo aumento, de 106%, nos lucros gerados pelo software e serviços da BlackBerry, tendo este segmento gerado 527 milhões de dólares durante todo o ano de 2015. Mesmo assim, durante o último trimestre a BlackBerry teve um prejuízo de 238 milhões de dólares. Apesar destes números pouco animadores, a construtora conseguiu receber um generoso investimento de 2.62 biliões de dólares no fim do último trimestre de 2015, o que acalenta alguma esperança para o futuro.

A (in)certeza

Chegada a hora de tirar ilações, a Blackberry vendeu uns meros 600, 000 equipamentos durante o último trimestre de 2015, sendo a maior fatia das vendas, representado pelo BlackBerry Priv com o sistema operativo Android. Este número fica abaixo da metade da meta prevista, uns surrealistas 1.3 milhões de dispositivos, esse era o objectivo da marca.

Incapazes de cumprir sequer metade da meta a que se tinham proposto, a BlackBerry registou uma diminuição de 14% nas vendas de dispositivos, uma tendência que se vem a repetir, anos após ano.

Blackberry 4gnews 1

Segundo declarações do próprio John Chen, CEO da BlackBerry: ” No geral, a BlackBerry teve um desempenho sólido e registando progressos neste último trimestre fiscal. O crescimento no departamento de software e serviços demonstrou a eficácia das nossas estratégias, o que gera uma boa circulação de dinheiro”.

A tónica sendo o crescimento no departamento de software, no seu desenvolvimento e implementação no mercado dos dispositivos móveis. Uma abordagem previsível e que poderá ser o princípio do fim da BlackBerry enquanto construtora de dispositivos móveis. Resta a dúvida, passará o futuro da marca, exclusivamente pelo software e serviços? Face à ineficácia do BlackBerry Priv em, pelo menos conter os prejuízos, deverá a marca abandonar o sector de hardware?

Talvez queiras ver: