O 5G chegará ao iPhone mais cedo do que se esperava

Filipe Alves
Comentar

Há medida que nos aproximamos da realidade do 5G, os fabricantes começam também a preparar os seus smartphones para uma nova Era. A Huawei, Samsung, OnePlus ou até Xiaomi estão à frente com terminais já com esta tecnologia. Já o iPhone continua em suspenso. Para já os rumores indicavam que só em 2021 é que teríamos um terminal com tal possibilidade.

Aliás, outros relatórios anteriores de analistas conceituados na matéria apontavam mesmo para 2022 a 2025. Por isso é que a nova informação do conhecido analista Ming-Chi Kuo nos surpreende.

Apple iPhone 5G

Apple trará 3 iPhones com tecnologia 5G

Este analista, conhecido por acertar na maior parte das suas previsões, apontou que a Apple trará já em 2021 não 1 mas 3 iPhones com a conexão 5G. Esta antecipação face aos outros relatórios é revelada depois da aquisição da Apple face ao segmento da Intel de processadores.

Segundo o analista, com esta aquisição a Apple poderá trabalhar de uma forma mais rápida e independente. Isto significa que é muito provável que os terminais da empresa da maçã trincada conheçam o sabor do 5G antes do previsto.

O analista apontou ainda que os terminais contarão com 6.7", 5.4" e 6.1" polegadas de ecrã e que o seu design sofrerá algumas sérias alterações.

Sérias mudanças de design são esperadas

Ainda que não sejam conhecidas quais as alterações de design que estamos a falar, é provável que tal aconteça. Até porque este ano temos o iPhone 11 (que terá um design diferente), para o ano o iPhone 11S (que nos dará melhorias de especificações internas) e em 2021 um suposto iPhone 12 com nova mudança de design.

Ainda é cedo para ter certezas sobre estas informações. Lembro que o analista está muitas vezes correto, todavia, a sua palavra não é sagrada. Já teve previsões erradas e já mostrou que não é um viajante do futuro.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.