"ProEXR File DescriptionSamsung Galaxy S6 indiscutivelmente o smartphone mais aguardado para a MWC Barcelona e segundo consta, a Samsung reformulou toda a linha Galaxy S para trazer um novo fôlego à sua linha de flagships.

Este Samsung Galaxy S6 será a grande estrela da feira em Barcelona e destacar-se-à da concorrência seja pelo seu nome ou pelo seu design que não se deve afastar muito dos vários renders que já fomos vendo. Ao que tudo indica, terá uma construção unibody ou unibloco e, portanto, sem acesso à bateria.

Samsung Galaxy S6 será o primeiro “S” em que não poderá trocar a bateria, ao emagrecer é necessário fazer alguns sacrifícios e para conseguir uma espessura de apenas 6.9 milímetros (sim porque se o Apple iPhone 6 tem, o Samsung Galaxy S6 também tem que ter, é tipo aquele vizinho invejoso que todos nós conhecemos), e além disso, a bateria terá uma capacidade de 2600 mAh, uma diminuição de 200 mAh, relativamente ao Galaxy S5 (2800 mAh).

   

Não me interpretem mal, não tenho nada contra o Samsung Galaxy S6 nem contra o Apple iPhone 6 mas já começa a ser ridículo este jogo de imitação. Não bastava a estrutura metálica arredondada? Para quê a câmara saliente? Tudo isto para terem uma espessura de 6.9 milímetros. Parabéns, há medida que a espessura diminui a preço na etiqueta aumenta e o povo paga!

Perdoem-me o desabafo mas há coisas que não fazem o mínimo sentido mas como sempre, há uma luz ao fundo do túnel. Pelo menos em relação ao tamanho do ecrã esta nova geração de flagships e respectivas construtoras já notaram que acima de 5.2 polegadas de ecrã o dispositivo é praticamente impossível de utilizar com uma só mão.

Este Samsung Galaxy S6 deverá ter um ecrã de 5-5.1 polegadas, tecnologia Super AMOLED e com uma resolução 2K. Provavelmente devem estar a pensar, tal como eu, se o tamanho de ecrã diminui, mesmo com a resolução Full HD, a densidade de pixels seria ainda maior e a definição da imagem também. Mas então, para quê aumentar a resolução? Ora, para o  Samsung Galaxy S6 ter mais uma vantagem na lista de especificações, pouco importa se isso vai comprometer ainda mais a autonomia da bateria.

Este foi o ano em que as construturas se aperceberam que 5 polegadas é o tamanho de ecrã ideal, até 5.2, vá. Pode ser que para 2016 comecem a perceber que é ridículo termos uma câmara saliente e uma bateria reduzida só para emagrecer a cintura do smartphone.

O processador Snapdragon 810, que estará presente numa das versões do Samsung Galaxy S6 é mais eficiente e tem uma melhor performance que o seu antecessor. A Samsung tinha aqui a oportunidade de rivalizar com a Sony em termos de autonomia da bateria mas ao aumentar a resolução do ecrã e, se a bateria for mesmo de 2600 mAh, deixou escapar essa oportunidade por entre os dedos ou se calhar também quer imitar a autonomia dos iPhone‘s.

Estão ansiosos pelo anúncio deste Samsung Galaxy S6? Será que a introdução da tecnologia de carregamento sem fios pode compensar a diminuição da capacidade da bateria?

Talvez queiras ver:

 

Diz o que tens em mente nos comentários abaixo. E que tal ajudares um projeto Português? Sabe mais

Queres ser nosso amigo? Segue-nos nos meios de comunicação.

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).