Nothing Phone (1) é oficial: um smartphone diferente para conquistar 2022

Bruno Coelho
Comentar

Esta terça-feira foi finalmente apresentado o Nothing Phone (1). Este é o primeiro smartphone da marca liderada por Carl Pei (ex-OnePlus) e afirma-se como o “coração” do conectado e aberto ecossistema.

O smartphone destaca-se pela inovadora Glyph Interface, o seu processador personalizado Qualcomm Snapdragon 778G+, um ecrã OLED de 120 Hz e ainda a Nothing OS para uma experiência rápida e suave. Tudo isto e mais, que descreverei em baixo, a começar nos 499 euros em Portugal.

Nothing Phone (1)

“Desenvolvemos o Phone (1) como um produto que temos orgulho de partilhar com amigos e familiares”, afirmou Carl Pei, CEO e cofundador da Nothing. “Esse princípio simples ajudou-nos a sair do caminho comum, sintonizar os nossos instintos e criar uma experiência que espero que marque o início da mudança numa indústria estagnada”, concluiu

Glyph Interface

A Glyph Interface afirma-se como uma nova forma de comunicar para ajudar a minimizar o tempo de ecrã ligado. São padrões de luz únicos feitos de 900 LEDs que te podem indicar quem está a ligar, dar-te outras notificações, ou o estado de carregamento.

Nothing Phone (1)

Podes também associar contactos a um toque específico, que terá um padrão Glyph, para que nunca percas coisas importantes. Com a funcionalidade Flip do Glyph, viras o smartphone de costas e este ativa o silêncio, comunicando apenas com as luzes.

Design diferente

O Nothing Phone (1) chega com um design com traseira transparente, composta por mais de 400 componentes. A moldura é de alumínio 100% reciclado, e 50% dos componentes em plástico são feitos de materiais reciclados.

Conta com Gorilla Glass 5 na frente e atrás, para maior resistência. Além disso, os motores de vibração prometem resposta ao toque realista. As suas margens simétricas combinadas com a moldura em alumínio providenciam elegância, leveza e durabilidade.

Nothing Phone (1)

Nothing OS refinado

A marca promete que o Nothing OS entrega o melhor do Android. “Sem bloatware, apenas velocidade pura e uma experiência de utilizador suave. Hardware e software falam uma única linguagem visual, com widgets, fontes, sons e papéis de parede personalizados, todos desenhados internamente”, pode ler-se.

Está prometido que o ecossistema Nothing será a casa da tua tecnologia favorita. E será tão fácil controlar dispositivos de terceiros, a começar pelos da Tesla. Poderás abrir portas, ligar o ar condicionado e ver a autonomia do teu automóvel Tesla no próprio smartphone. Mais integrações de terceiros serão anunciadas em breve.

O smartphone vai aprender com a tua utilização. Dessa forma, sabe quais são as tuas apps favoritas, que abrem mais rápido, enquanto as restantes serão congeladas de forma a poupar bateria. Com a Galeria NFT tens acesso à tua coleção de forma rápida no ecrã principal.

Nothing Phone (1)

Duas câmaras avançadas

O smartphone chega com dois sensores de 50 MP. A câmara principal conta com o sensor Sony IMX766, com abertura de f/1.8. Tem estabilização de imagem, suporte para vídeo em 10-bit, Modo Noite e Deteção de Cena.

Mais uma utilidade das Glyph Interface está neste campo. Esta pode ser colocada no brilho máximo para iluminar objetos por perto com luz. É como se fosse a tua luz circular portátil, sem o exagero do flash.

Ecrã plano de grande qualidade

Podes esperar um ecrã OLED de 6,55 plano capaz de reproduzir mil milhões de cores. Conta com suporte para HDR10+ e taxa de atualização adaptava de até 120 Hz para que todas interações sejam mais suaves.

Performance de encher o olho

O smartphone conta o processador Snapdragon 778G+, da Qualcomm. Trata-se de um processador desenvolvido em exclusivo para a Nothing, de forma a incluir carregamento sem fios e carregamento reverso.

Nothing Phone (1)

Promete entre uma performance gráfica fenomenal, e chega com suporte para 5G. No modo Jogo, promete adaptar precisamente o som aos gráficos e minimizar as notificações para uma experiência de gaming imersiva.

Carrega sem fios

Como referi acima, o processador do Nothing Phone (1) permite carregamento sem fios. Está prometida uma autonomia para 18 horas com cada carga, e dois dias em standby. Podes conseguir 50% de carga com 30 minutos de carregamento.

É possível carregar os Nothing Ear (1) ou outros produtos com carregamento sem fios reverso de 5W. A bobina de carregamento Glyph vai acender e indicar que o carregamento reverso está a acontecer.

Nothing Phone (1)

Disponibilidade e preço do Nothing Phone (1)

O Nothing Phone (1) vai estar disponível em branco e preto, com três variantes que os utilizadores poderão escolher. Vai variar entre os 8 e os 12 GB de memória RAM e os 128 e 256 GB de armazenamento interno.

  • 8 GB + 128 GB - 499 € (disponível apenas em preto)
  • 8 GB + 256 GB - 529 € (disponível em preto e branco)
  • 12 GB + 256 GB - 579 € (disponível em preto e branco)

As vendas gerais do Nothing Phone (1) vão iniciar-se a partir das 7 horas de 21 de julho por mais de 40 países, e Portugal faz parte da lista. No nosso país, poderás adquirir o equipamento na PCDiga (online e loja física), Fnac (online e loja física) e Worten (online e loja física)

Caso queiras saber mais detalhes, consulta o nosso artigo onde vemos o Nothing Phone (1) à lupa, com todas as especificações técnicas e preços.

Meet Phone (1).It's pure instinct. Formed as a machine. Told through beautiful symbols. Deeper interactions. And brave simplicity.Discover more about the Glyph Interface and Nothing OS at https://t.co/WAZe9Avh0J pic.twitter.com/3OHNM5TxZh

— Nothing (@nothing) 12 de julho de 2022

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.