NOS Kids: o tarifário ideal para crianças ficou ainda melhor

Bruno Coelho
Comentar

Nem sempre é fácil encontrar o tarifário certo para crianças. Mas o NOS Kids é um forte candidato a esse trono, oferecendo toda a segurança para os pais com a diversão que os mais novos desejam.

Este tarifário foi lançado originalmente em 2018. Mas agora a sua proposta de valor evoluiu para oferecer mais benefícios aos utilizadores e uma versão pré-paga, por carregamentos. Esta junta-se à opção pós-paga existente, e integrada nos pacotes de telecomunicações da NOS.

O que inclui o novo NOS Kids?

O novo NOS Kids dispõe de comunicações grátis ilimitadas. Anteriormente estas estavam disponíveis para 10 números à escolha, passando agora para 20. Adicionalmente os utilizadores têm também 2 GB de net para navegação em qualquer app.

Como extra, a NOS dá ainda 5 GB de dados extra para aceder exclusivamente ao YouTube e ao TikTok. Os utilizadores podem ainda contar com 25 GB para na navegação na app NOS Kids (apenas disponível nos tarifários integrados nos pacotes NOS).

O tarifário NOS Kids
O tarifário NOS Kids

A preocupação com a segurança continua. Além da limitação para contactos definidos pelos pais (até 20 contactos em comunicações feitas e recebidas), há também a licença grátis da app NOS Safe Net.

Este serviço trata-se assim de uma “solução que bloqueia conteúdos e sites indesejados e protege os equipamentos de vírus, garantindo a segurança da criança na utilização da internet”.

A adição da versão pré-paga do tarifário passa a permitir a qualquer família ter o serviço, com o método de pagamento mais conveniente. Seja este integrado na fatura ou por carregamentos.

Preço dos NOS Kids

Como podes ver na imagem acima, o NOS Kids conta com oferta das duas primeiras mensalidades, seja na versão pré-paga ou pós-paga. A partir do terceiro mês de utilização, esta passa para 7,49 €, sem compromissos.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.