NOS adianta-se a MEO e Vodafone e lança 5G em Portugal

Bruno Coelho
Comentar

A NOS tem-se mostrado na vanguarda da tecnologia móvel 5G em Portugal, e deu o passo que se esperava. A operadora ultrapassou a MEO e Vodafone, e é a primeira a lançar o 5G em Portugal.

Segundo o que esta revela em comunicado, os clientes NOS em todo o país já podem tirar partido das características únicas do 5G. A operadora pretende proporcionar uma experiência de utilização superior.

“Este é o momento pelo qual esperávamos, e para o qual há muito estamos preparados. Vamos, finalmente, poder entregar aos portugueses a tecnologia que vai transformar tudo e abrir possibilidades até aqui nunca imaginadas”, começa por dizer Miguel Almeida, CEO da NOS.

“O 5G será um pilar central no processo de transição digital da sociedade portuguesa e no reforço da competitividade da nossa economia. Com um ambicioso plano de investimento, a NOS assume a liderança desta nova era, ao serviço do país e dos nossos clientes”, reforça o executivo.

Quem tem acesso primeiro ao 5G na NOS

Os primeiros clientes da NOS a poder experimentar o 5G são os subscritores do tarifário ‘Sem Limites Max’. Estes não precisam de fazer qualquer ativação, tendo acesso imediato a esta tecnologia móvel.

nos 5g

Depois destes clientes, a NOS promete lançar nos próximos dias mais ofertas de 5G, com o “objetivo de democratizar o acesso à tecnologia”. Estes poderão assim ter maior qualidade e velocidade nas ligações, no consumo e partilha de conteúdos multimédia e no acesso a experiências imersivas.

Nas próximas semanas a app NOS vai vai disponibilizar um conjunto de experiências de Cloud Gaming, Realidade Virtual e Realidade Aumentada. O 5G também vai proporcionar que as empresas possam melhorar a sua eficiência e possam inovar os seus modelos de negócio.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.