Más notícias para os utilizadores. Apple reduz período experimental do seu serviço Music

Mónica Marques
Comentar

Desde 2015 que os utilizadores podiam usufruir de um período experimental gratuito do serviço Apple Music durante três meses.

Mas agora as notícias não podiam ser mais desanimadoras. A empresa de Tim Cook reduziu o período gratuito do serviço para apenas um mês.

Apple Music agora é gratuito apenas durante um mês

Apple Music

Desde o seu ano de lançamento, em 2015, que os novos assinantes do Apple Music podiam desfrutar de três meses completos do serviço a título gratuito, antes de efetuarem uma assinatura com um pagamento mensal.

Mas parece que a Apple está a alterar os benefícios para os novos assinantes do seu serviço Music e agora reduziu o período experimental gratuito do serviço para apenas um mês. Em países como Portugal, Estados Unidos da América, China, Austrália, Reino Unido, Canadá, entre outros, a nova política de benefícios já está em vigor e, por isso, se queres experimentar este serviço de streaming, já só o podes fazer gratuitamente durante 30 dias.

Mas nem todas as notícias são desanimadoras. Em contrapartida, a Apple manteve os preços nos planos associados ao serviço. Nesse sentido, em Portugal existem três opções disponíveis: plano Estudante com um custo de 3,49 euros por mês, plano individual por 6,99 euros por mês e, por fim, o plano família que fica a 10,99 euros por mês.

Há uma forma de ter o Apple Music gratuito durante seis meses

Apple Music
Na compra de um dispositivo de áudio compatível com o Apple Music, os benefícios são melhores

Mas é importante salientar que todos os utilizadores interessados têm uma forma de beneficiar do serviço, a título gratuito, durante seis meses seguidos. Para isso, é preciso comprar um dispositivo áudio compatível com o serviço.

Depois garantir que o iPhone ou iPad está devidamente atualizado com a versão mais recente dos sistemas operativos iOS ou iPadOS. De seguida, o utilizador só tem de emparelhar o dispositivo áudio ao smartphone ou tablet da Apple para beneficiar do serviço, durante seis meses, sem pagar.

Apple não explica alteração no período experimental gratuito

Apple Music
O serviço de streaming Apple Music conta com mais de 90 milhões de músicas

Até agora, a Apple não comentou o assunto em questão e, por isso, é desconhecida a razão para a redução do período experimental gratuito. No entanto, na origem da decisão podem estar os direitos de royalties que a empresa tem agora de pagar.

Recorde-se de que, num período inicial, a empresa de Cupertino não pagava royalties, mas após uma carta aberta da artista Taylor Swift em que esta criticava a política de não pagamento da empresa, a situação alterou-se.

Dessa forma, a redução do período experimental gratuito pode ser uma forma de a Apple conseguir fazer uma melhor gestão da receita e despesas do referido serviço.

Atualmente, o serviço de streaming Apple Music conta com mais de 90 milhões de músicas e permite que os utilizadores façam o download das suas faixas favoritas para, posteriormente, ouvirem offline em todos os seus dispositivos.

Também permite que os utilizadores tenham acesso às letras das músicas em tempo real, assim como aceder a playlists criadas por especialistas, entre muitas outras funcionalidades. De resto, um dos grandes argumentos deste serviço de streaming é o Áudio Sem Perdas que, na prática, é um formato de compressão de música que reduz o tamanho do ficheiro original, mas que mantém a qualidade dos dados.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.