iPhones vão gravar quando o utilizador for mandado parar pela polícia

António Guimarães
Comentar

Com o crescimento de protestos contra o racismo policial nos Estados Unidos, os cidadãos americanos viraram-se para a tecnologia para ajudar a registar esse tipo de comportamentos. Através do Twitter, foi partilhada uma funcionalidade dos iPhones pouco conhecida.

Trata-se de uma sequência de comandos que o iPhone executa assim que o utilizador diz à Siri "I'm getting pulled over" ou "fui mandado parar pela polícia". Utilizadores devem utilizar o comando normal "Hey Siri" para chamar a assistente do iOS.

Assim que fizerem isso, os iPhones vão baixar o brilho do ecrã, parar música se estiver a ser reproduzida e começar a gravar vídeo na câmara frontal. Adicionalmente, também é possível enviar informação de localização para um contacto de emergência pré-definido, embora isso só aconteça com permissão manual do utilizador.

Esta é uma função exclusiva dos Estados Unidos aparentemente, pois nos nossos testes, não surtiu efeito, mesmo dando a ordem no inglês original. Seja como for, esta é uma forma da tecnologia ajudar em situações mais complicadas.

Função de reação à polícia foi criada em 2018

Esta função foi, na verdade publicada por Robert Peterson em 2018. No entanto, devido aos protestos relacionados com o assassinato de George Floyd, a função registou um pico de interesse e popularidade, por parte do público americano.

Editores 4gnews recomendam:

  • iPhone 12: Apple quer poupar dinheiro mas vai deixar utilizadores furiosos!
  • Apple: iPhone 12 Pro chegarão com o ecrã que todos desejam!
  • Apple lidera vendas de smartphones topo de gama! OnePlus e Xiaomi ameaçam
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.