Inteligência Artificial Rekognition da Amazon causa controvérsia por conseguir identificar medo

António Guimarães
Comentar

A Amazon melhorou o seu serviço Rekognition, baseado em inteligência artificial. A empresa afirma que o serviço consegue agora reconhecer medo nas expressões faciais, além de outras 7 emoções como tristeza, raiva, calma, surpresa, confusão e aversão.

O Rekognition é um serviço disponibilizado para programadores. Os mesmos podem utilizar o Rekognition para desenvolver apps capazes de detectar objetos, cenários e faces em imagens. Assim sendo, a tecnologia de reconhecimento de imagens pode ser extremamente útil em apps.

Analista do Amazon Web Services mostrou descontentamento

A inclusão do reconhecimento de medo despertou algum descontentamento entre algumas pessoas. Uma delas foi Corey Quinn, economista e analista dos Amazon Web Services.

De acordo com o analista, os Amazon Web Services não deviam ser disponibilizados ao governo ou forças de autoridade por causa de abuso de poder. O facto do Rekognition providenciar agora reconhecimento facial de medo não é ético, de acordo com Quinn.

Recentemente, a Amazon disponibilizou o Rekognition ao centro de imigração dos Estados Unidos. Quinn acusa o governo americano de construir 'campos de concentração' para crianças imigrantes e a Amazon Web Services de colaborar.

Editores 4gnews recomendam:

  • Samsung prestes a revolucionar os smartphones com bateria de grafeno
  • Huawei prepara-se para 'atacar' o Google Maps com novo serviço!
  • Facebook pagou a empresas externas para transcrever áudios dos utilizadores
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.