Huawei vai melhorar consideravelmente o zoom nos seus smartphones. Sabe como

Carlos Oliveira
Comentar

Quando falamos em qualidade fotográfica num smartphone, a Huawei é uma das empresas que comanda. Prova disso foram os últimos anos em que os seus topos de gama têm ficado consecutivamente no topo da lista da DxOMark.

Pese embora as dificuldades que a Huawei tem enfrentado ultimamente, ela não quer desistir do seu domínio no campo da fotografia. Para isso, a chinesa acaba de patentear um smartphone com uma câmara à qual poderás acoplar um lente de zoom externa.

Huawei

Huawei quer dar maior modularidade à câmara dos seus smartphones

A ideia da Huawei é bastante simples de explicar. Basicamente, ela quer que os seus utilizadores possam acoplar uma lente externa na traseira do smartphone. Algo muito semelhante às que já é possível fazer em câmaras DSLR.

O foco desta patente não é a lente acessória, mas apenas o módulo no equipamento que a suportaria. Nesse sentido, não é possível aferir quais as suas potencialidades de zoom, mas certamente que seriam bem superiores ao que temos hoje no mercado.

A imagem que ilustra o documento releva-nos um módulo bem maior do que estamos habituados a ver. Este contaria com mais duas lentes de tamanho convencional e um flash bem maior (Xeon talvez?).

Quando chegará a tecnologia ao mercado

Na verdade, não podemos confirmar se algum dia a Huawei lançará esta ideia para o consumidor comum. O facto de ela ter submetido uma patente não significa que a venha a utilizar.

Caso o faça, não será a primeira a realizar algo do género. A Motorola já o fez anteriormente com os seus Moto Mods, que não tiveram o sucesso que os seus executivos desejavam.

Caso a Huawei enverede pelo mesmo caminho, pode muito bem vir a ser mais bem sucedida que a Motorola. Afinal de contas, a chinesa é atualmente uma das melhores a desenvolver câmaras para smartphones.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.