Huawei P50 pode surpreender com nova versão do Snapdragon 888

Carlos Oliveira
Comentar

Há muito tempo que a Huawei fabrica smartphones com os seus próprios processadores Kirin. No entanto, as sanções impostas pelos EUA à empresa impedem-na de usar até os seus componentes, obrigando-a a ter de procurar alternativas.

Essa alternativa parece que virá diretamente da Qualcomm, graças a um novo processador que a empresa americana está a desenvolver. Será uma nova versão do poderoso Snapdragon 888, mas apenas compatível com redes móveis 4G.

Snapdragon 888 com conectividade 4G será desenvolvido a pensar na Huawei

A informação foi dada recentemente pelo leaker chinês Digital Chat Station. Segundo ele, a Qualcomm está a desenvolver uma nova versão do Snapdragon 888 com o modelo SM8450.

Huawei P50

Aquilo que irá diferenciar este novo SoC do que já está presente no mercado é a sua compatibilidade com as redes móveis. O novo Snapdragon carecerá da compatibilidade 5G, o que significa que irá ficar-se pelo 4G.

Os restantes componentes deste processador deverão manter-se, desde os seus núcleos de processamento à sua GPU Adreno 660. Ou seja, oferecerá o mesmo desempenho a que já estamos habituados, porém, será mais barato em virtude da sua limitação no padrão de redes móveis suportado.

É convicção da fonte que este processador é desenvolvido a pensar concretamente na Huawei. Serão os novos topos de gama da marca, os Huawei P50, os primeiros a utilizar este "novo" Snapdragon 888.

Importa notar que a Huawei está proibida de adquirir tecnologia americana afeta às redes 5G. Como este suposto Snapdragon 888 4G carece do novo padrão de redes móveis, já será possível à Qualcomm vendê-lo à Huawei.

Para a Huawei, esta é uma possibilidade fantástica que lhe permitirá lançar novos equipamentos com um processador atualizado no que respeita ao seu desempenho. Importa relembrar que rumores apontavam para que a chinesa tivesse de usar novamente o Kirin 9000 em virtude da impossibilidade de adquirir componentes para um novo processador.

Este é um rumor que deve ser tido em conta com muita cautela. Embora a Qualcomm já tenha declarado interesse em trabalhar com a Huawei, devemos aguardar pela confirmação deste facto.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.