Huawei P50 Pocket será o novo rival ao Samsung Galaxy Z Flip 3

Carlos Oliveira
Comentar

A Huawei prepara a apresentação de um novo smartphone dobrável para os últimos dias de 2021. O produto foi várias vezes abordado pela imprensa especializada, mas eis que a tecnológica chinesa nos brinda com as primeiras confirmações.

Através das redes sociais, a Huawei revela o nome, design e data de apresentação para o seu novo smartphone dobrável. Tal como se esperava, este será um direto rival ao Galaxy Z Flip 3 da Samsung.

Huawei P50 Pocket

Huawei P50 Pocket chega no dia 23 de dezembro

Pela imagem acima confirma-se que o novo dobrável da Huawei chamar-se-á Huawei P50 Pocket. Trata-se de um equipamento dobrável em formato concha, que será revelado a 23 de dezembro.

Este será o primeiro dispositivo dobrável com o selo Huawei em formato concha. Uma ideologia que dá prioridade à portabilidade, oferecendo ao utilizador um produto menor que caberá facilmente em qualquer bolso.

Pouco mais foi revelado pela Huawei na sua publicação nas redes sociais. Todavia, o retrato de uma patente recente da tecnológica chinesa dá-nos mais detalhes sobre o Huawei P50 Pocket.

A fazer fé naquilo que consta no documento em questão, a principal novidade deste dobrável será o seu ecrã exterior. Este terá uma dimensão considerável, colmatando uma das principais desvantagens do Samsung Galaxy Z Flip 3.

Este deverá ser mais que suficiente para que o utilizador o utilize para várias tarefas. Deverá ser possível correr aplicações mesmo neste ecrã exterior, o que significa que não será necessário abrir o smartphone para realizar uma panóplia de atividades.

Outro mistério a envolver este Huawei P50 Pocket será o seu processador. A Huawei tem recorrido a processadores da Qualcomm limitados às redes 4G para os seus novos smartphones e neste modelo poderá repetir-se o cenário.

Outra limitação será o seu sistema operativo, que certamente não trará Android de fábrica. Ao invés, a escolha deverá recair sobre o HarmonyOS, ainda sem grande expressão nos mercados ocidentais e que poderá também limitar a disponibilidade deste dobrável.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.