Huawei lançará a EMUI 10 com Android Q mais cedo do que o esperado

Filipe Alves
Comentar

Normalmente temos uma versão da EMUI da Huawei no lançamento do seu modelo "Mate". Porém, parece que este ano as coisas estão prestes a mudar. De acordo com o website da marca para desenvolvedores, espera-se que já no dia 9 de agosto a marca nos revela a nova EMUI 10 baseada no Android Q.

Ou seja, o lançamento do novo sistema poderá chegar a todos os smartphones da Huawei mais cedo que o normal. Seja aos topo de gama ou mesmo aos intermediários.

Huawei EMUI 10

As mudanças da EMUI da Huawei no Android Q

Infelizmente não temos ideia alguma de quais as diferenças para a mais recente versão mas temos as nossas suspeitas. O Dark Mode entrará de forma nativa no sistema e nas aplicações, e espera-se mais controlo do utilizador nas permissões.

O Android Q foca-se seriamente nas permissões das aplicações. Ou seja, quando uma aplicação solicitar de alguma forma o acesso à câmara, GPS, armazenamento ou até ao microfone, o utilizador terá plena noção disso. Ademais, deverá com facilidade remover esse acesso. Esta é uma das formas da Google em proteger a privacidade do utilizador que tanto tem vindo a ser falada.

Tirando estas pequenas mudanças, esperamos seriamente que a Huawei nos ofereça ícones diferentes e mudanças na barra de notificações e notificações do smartphone.

E o sistema da Huawei, Hongmeng OS?

Huawei Mate 20 Pro P30 Pro

Não nos podemos esquecer que a Huawei está também a preparar um sistema concorrente ao Android, Hongmeng OS (Oak OS). Este sistema ainda é desconhecido para o público, porém, temos a certeza que chegará.

Acredita-se que ainda este ano. Infelizmente, não temos a noção se os smartphones serão vendidos com um sistema ou com o outro, ou se então teremos um dispositivo com possibilidade de instalar os dois sistemas operativos.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.