Huawei continua a vender mais smartphones que a Apple, apesar dos seus problemas

Carlos Oliveira
Comentar

Terminado o ano de 2019, é tempo de balanços sobre o comportamento do mercado de smartphones. As habituais empresas de estudos de mercado, como a Counterpoint ou Canalys, já divulgaram os seus dados e estes mostram que a Huawei conseguiu manter a segunda posição.

Apesar dos problemas que a chinesa enfrentou, em 2019, com os EUA, a Huawei manteve-se como a segunda empresa que mais smartphones vende em todo o mundo, Só a Samsung ficou acima, tendo mesmo registado um aumento nas suas vendas.

Dadso Counterpoint

Huawei manteve-se no segundo posta da hierarquia mundial

Os dados divulgados mostram-nos que a Huawei conseguiu vender cerca de 240 milhões de exemplares ao longo de 2019. Esta cifra representa mais um recorde de vendas para a chinesa, que assume uma maior importância devido aos problemas que tem enfrentado com os EUA.

Note-se que o Huawei Mate 30 Pro só chegou a Portugal praticamente já no final de 2019. Algo semelhante aconteceu por toda a Europa, porque o smartphone não possuiu os serviços Google instalados. Portanto, podemos dizer que a China foi preponderante para os números alcançados.

Já no topo da hierarquia continua uma inabalável Samsung. A gigante sul-coreana aproximou-se dos 300 milhões de smartphones vendidos em todo o mundo, o que representa um crescimento de cerca de 2%, face a 2018.

Dados Canalys

A fechar o top-3 temos a Apple com números perto dos 200 milhões. A norte-americana registou um decréscimo nos seus números, muito por culpa do pouco sucesso que os iPhone XS tiveram no mercado. Este sentido inverteu-se com o lançamento dos iPhone 11, mas não o suficiente para evitar uma queda face a 2018.

Xiaomi e Oppo continuam a fazer frente aos grandes do mercado

Em quatro lugar temos uma Xiaomi em claro crescimento. As suas vendas andaram na casa dos 125 milhões em todo o mundo. Só em Portugal, a chinesa abriu quatro Mi Stores em 2019.

Logo a seguir aparece a Oppo que, apesar da sua pouca expressão em Portugal, volta a afirmar-se como uma das tecnológicas mais importantes a nível mundial. Aliás, esta ficou pouco atrás da Xiaomi, tendo registado vendas na casa dos 120 milhões.

Por fim, notar que este foi o segundo ano consecutivo em que se registou uma contração global na venda de smartphones. O ano que agora se inicia será igualmente desafiador, sobretudo pela recente guerra comercial entre os EUA e a China e o recente surto de Coronavirus.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.