Harmony OS 2.0: este é o primeiro smartphone Huawei a abandonar o Android

Rui Bacelar
Comentar

A linha de smartphones Huawei Mate 40 foi anunciada em outubro de 2020, sendo desde então os melhores dispositivos móveis da fabricante chinesa disponíveis no mercado, continuando a utilizar o sistema operativo Android da Google com a sua skin EMUI.

Agora, uma nova versão do smartphone Huawei Mate 40 Pro 4G foi certificada com o sistema operativo Harmony OS. Esta é a plataforma criada pela Huawei como alternativa ao Android e aplicada aos smartphones fruto da necessidade emergente.

O Harmony OS é a alternativa da Huawei ao Android da Google

#Huawei Rotating Chairman Eric Xu unveils plans for #HarmonyOS in 2021, with 20 smartphone vendors & 260 app developers collaborating to build an ecosystem within the platform, and 100 million devices expected to run the operating system. #HuaweiFactshttps://t.co/GT5emeInJk

— Huawei (@Huawei) 14 de abril de 2021

Recordamos que a Huawei está impedida de utilizar os serviços e aplicações da Google, fruto do seu bloqueio pelos Estados Unidos da América. Como resultado, a fabricante chinesa não pode encetar relações comerciais com empresas norte-americanas.

Assim, a outrora segunda maior fabricante mundial de smartphones (e temporariamente a líder de mercado), teve que encontrar rapidamente uma solução. Esta chegou na forma do Harmony OS, apresentado em agosto de 2019 como plataforma própria.

No entanto, o Harmony OS 1.0 era pouco mais que uma versão adaptada do Android 9.0 Pie. Entretanto, a plataforma evoluiu consideravelmente, afirmando-se agora como sistema operativo viável, tal como se apresenta no Harmony OS 2.0.

Ainda assim, é provável que o sistema operativo Harmony OS 2.0 mantenha vários pontos de contactos com o Android, algo francamente positivo. Aliás, para o utilizador implicaria uma curva de aprendizagem reduzida, algo sempre desejável.

O Huawei Mate 40 Pro 4G pode ser o primeiro a abraçar o Harmony OS 2.0

Huawei Mate 40 PRo

O smartphone Huawei Mate 40 Pro 4G é em tudo igual à variante com 5G excetuando-se no modem usado e respetivo SoC, o Kirin 9000. No telefone com 4G este chip não suporta as redes móveis de quinta geração, sendo essa a única diferença.

Estamos perante um telefone topo de gama com ecrã de 6,7 polegadas OLED e resolução Quad-HD+, além de 8 GB de memória RAM, 128 / 256 / 512 GB de armazenamento interno e bateria de 4 400 mAh com carga rápida a 66 W. É um belíssimo flagship.

Assim sendo, é natural que seja um dos primeiros, ou mesmo o primeiro a dar este confiante passo em frente. De acordo com a publicação Playfuldroid, com base na certificação emitida pela agência de certificação chinesa, TENAA, tal será uma realidade.

A certificação menciona especificamente o sistema operativo Harmony OS 2.0

Huawei MAte 40 Pro

Identificado pelo número de modelo NOH-AL00, o smartphone partilha vários traços (senão todos) com o Mate 40 Pro. O destaque vai efetivamente para a utilização do seu próprio sistema operativo como resposta às necessidades emergentes no mercado mobile.

Ao que tudo indica, é provável que esta versão do Huawei Mate 40 Pro seja apresentada oficialmente em junho próximo, de acordo com as novas fugas de informação. Segundo as mesmas fontes, será também em junho que conheceremos os Huawei P50.

Recordamos, a propósito, que a gama Huawei P50 tem sido gradualmente atrasada. As previsões iniciais apontavam a sua divulgação em março último, algo que não viria a ter lugar. Entretanto, apontou-se o mês de abril, maio e, mais recentemente, o próximo mês de junho.

Junho parece ser o mês escolhido pela Huawei

Estamos perante uma nova organização para o lançamento de novo hardware da Huawei. Algo que também reflete a tónica recentemente colocada no software e não tanto nas soluções destinadas ao mercado de consumo como os smartphones.

Em síntese, contamos com a apresentação desta versão do Huawei Mate 40 Pro com Harmony OS 2.0 em junho. Será também aí que deveremos, finalmente, ficar a conhecer a gama de smartphones Huawei P50, possivelmente com o familiar Android.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.