Google Assistant: dizes Stop e o assistente virtual cala-se... mas não para sempre

Mónica Marques
Comentar

A Google tem vindo a trabalhar para simplificar os comandos de voz para o seu assistente virtual e agora está a eliminar a necessidade de "chamares a atenção" do software.

Assim que dizes Stop, o Google Assistant cala-se, só voltando "à conversa" quando for novamente ativado.

Simplificação de comandos para utilização de uma só palavra com o Google Assistant

📣 Helpful new Google Assistant feature alert! Want your smart display or speaker to stop talking? Just say “stop” — no #HeyGoogle needed.

— Google (@Google) 25 de janeiro de 2022

É do conhecimento público que desde outubro de 2021 que a Google tem vindo a simplificar os comandos de voz, reconhecidos pelo seu assistente virtual. E eis-nos chegados a um momento pelo qual muitos utilizadores aguardavam ansiosamente.

Agora basta que digas a palavra Stop para que o Google Assistant fique calado e pare de imediato com toda a informação que está a debitar. Tal significa que já não há necessidade de recorrer a frases como "Ei, Google" para chamar a atenção do assistente virtual.

E o melhor de tudo é que mesmo que a opção Continued Conversation esteja ativa, assim que é dita a palavra Stop, o assistente obedece, ficando em silêncio.

Esta é uma funcionalidade bastante aguardada pelos utilizadores, uma vez que permite desativar o Google Assistant quando é ativado acidentalmente ou para terminar com as previsões meteorológicas que, por vezes, são demasiado longas e detalhadas.

Por agora, a nova funcionalidade Google só funciona com a língua inglesa

Mas não há bela sem senão e neste caso, o senão está no facto de neste momento o comando Stop do Google Assistant funcionar apenas em monitores e colunas. Espera-se que em breve smartphones, tablets e outros equipamentos recebam o recurso tão prático e útil.

Por outro lado, é também importante salientar que o comando apenas está disponível na língua inglesa. Por outras palavras, a palavra a utilizar é mesmo Stop, não pode ser outra.

A Google está ainda na fase inicial deste processo de simplificar comandos de voz e, por essa razão, é compreensível que esteja para já concentrada apenas numa língua e que sejam utilizadas palavras que, de alguma forma, são universais, como é o caso do Stop.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.