Criptomoedas: Bitcoin e Ethereum com subidas inesperadas prometem chegar mais longe

Filipe Alves
Comentar

As criptomoedas são um mercado volátil e inconstante. A Bitcoin e o Ethereum tiveram este fim de semana um crescimento que não é normal ver nos últimos tempos.

Ainda que longe dos números alcançados no pico mais alto, onde a Bitcoin esteve a 18 mil dólares e o Ethereum a 1300$, o crescimento deste fim de semana deixa os amantes de cripto com esperança.

Ethereum cresceu para números impensáveis em 2020

Ethereum

O Ethereum bateu recorde com, esta subida ao bater nos 309$ (265€). Estes valores são um crescimento de 9% nas últimas 24 horas. Vale a pena lembrar que o Ethereum foi a criptomoeda que mais valorizou em pouco tempo.

Em termos de comparação, um Ether chegou a custar 2$ em 2016. Dois anos depois esses 2$ transformaram-se em 1300$. Ou seja, uma pena em 2016 não andar tão interessado em criptomoeda quanto ando hoje.

Bitcoin está com prognósticos positivos

Bitcoin

Porém, Ethereum não está a crescer sozinho. Quando a Bitcoin cresce as outras criptomoedas, normalmente, acompanham. A Bitcoin está neste momento avaliado nos 9947$ e começou a corrida para os 10 mil dólares.

Não sabemos até quando pode durar

Ethereum

O "rally" (como lhe chamam) ainda não tem uma previsão de abrandamento. Ainda que a Bitcoin continuo forte e a mais valorizada no mundo, a plataforma de Ethereum cada vez surpreende mais. As atualizações continuam a melhorar o sistema e são muitas as outras criptomoedas que são baseadas e feitas no sistema de Ethereum. Ou seja, mais do que uma criptomoeda, o Ethereum quer ser o futuro.

Por fim, se pensas investir em criptomoedas, toma apenas cuidado com o mercado. Nunca invistas mais do que estás disposto a perder. As critpo são extremamente voláteis.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.