Covid-19: este vídeo em SUPER câmara lenta mostra a (enorme) importância das máscaras

Filipe Alves
Comentar

Estamos numa situação problemática. A pandemia de Covid-19 é cada vez mais intensa em Portugal (e no mundo) e o governo já fala da obrigatoriedade das máscaras faciais no nosso país.

Assim sendo, antes de começarmos as manifestações a favor da não utilização das máscaras, vamos perceber a sua importância neste vídeo de super câmara lenta feito pelo conhecido canal de YouTube The Slow Mo Guys.

A importância das máscaras na luta contra o Covid-19

Embora o vídeo seja em inglês (podes ativar as legendas nas definições), conseguimos perceber de forma clara a importância das máscaras na luta contra o Covid-19.

O conhecido Gavin Free fez uma breve experiência em frente a uma câmara capaz de gravar em em 4K a 1000fps. Ou seja, algo que normalmente os nossos olhos não conseguem ver.

Covid-19 máscara importância vídeo

Inicialmente vemos Gavin a contar de forma normal até 4 (em Inglês). A palavra "Four" (para 4 em Inglês) é uma das quais vemos como a mais preocupante. Porque, ainda que não consigamos ver a olho nu, percebemos que a quantidade de saliva que sai da boca é grande.

O conhecido Dr. Fauci (Diretor do National Institutes of Health) refere que mais de 40% das pessoas com Covid-19 não tem sintomas. Ou seja, é importante que TODAS as pessoas utilizem máscara de forma a não propagar um vírus que não conseguimos ver.

Em suma, está na hora de perceber que o País (certamente) não conseguirá parar como aconteceu no passado. Porém, está em todos os portugueses tentar controlar o vírus da melhor forma possível. Por isso, lavem constantemente as mãos, mantenham a distância social e utilizem a máscara de proteção facial.

Antes de ires, vê os melhores telemóveis Xiaomi da atualidade. Além disso, vê as melhores alternativas ao WhatsApp, fora da esfera do Facebook

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.