como localizar smartphone
Localizar o teu smartphone de forma fácil

Estes são tempos em que os requisitos de segurança são fundamentais para a nossa vivência em sociedade. Muitas vezes damos conta que perdemos o nosso smartphone e saber como localizar é o passo seguinte, mas vamos por partes.

O conceito de segurança é relativo, pois depende de quem a define e muda consoante o contexto. Se quisermos procurar uma definição de segurança temos de a definir pela defensiva. Assim, segurança é tudo o que não é bom não pode acontecer. Ou de uma forma mais global, é a propriedade de um sistema se comportar como esperado.

Vê também: Google Pixel 2 – Qual será a melhor cor para este smartphone?

   

Quando falamos em segurança, o tema Internet e utilização de equipamentos móveis vem logo à baila. Se por um lado os nossos pais nos ensinam a viver em sociedade e nos transmitem as regras básicas, a Internet não é um lugar diferente que muitos querem achar que é.

Como localizar um smartphone?

Um especialista em informática belga criou uma ferramenta de um custo de apenas 7 dólares – 6 euros, que consegue infiltrar-se nas torres de comunicações próximas e assim escutar a rede, recolhendo dados sobre as nossas comunicações. Na génese desta ferramenta está muito trabalho em programação em Python, mas o processo de replicar esta ferramenta não é assim tão complicado.

O USB doohickey é uma simples antena que capta o sinal que é emitido dos telemóveis e smartphones. Este sinal passa pelas torres rádio que permitem a conexão a quem está do lado de lá. Quanto mais perto estivermos a uma dessas torres, melhor serão os dados captados. O resultado final é uma base de dados de todos os equipamentos numa determinada área que se conectarão aquela torre.

Esta antena é uma versão muito simples e que prova que a fragilidade dos sistemas que nos rodeiam. A antena recebe o sinal mas não o envia de volta. Logo, num sentido prático é capaz de rastrear quais são os equipamentos conectados a uma torre de comunicações.

A ferramenta vai mais além, e sabendo o IMSI (Identidade internacional móvel) de uma pessoa, é possível estabelecer um alarme para todos os momentos em que essa pessoa se tenta conectar a uma torre de comunicações. Ou ainda, se perderes o teu equipamento vais saber como localizar, desde que tenhas esta antena contigo.

De facto, escutar a rede parece mesmo uma tarefa simples. Não se trata de coisas à lá 007, ou teorias da conspiração. Mas sim, ferramentas acessíveis ao comum mortal, que apenas tem de despender algumas horas para entender como programar.

Outros assuntos relevantes:

“Stamp” – Snapchat terá um novo rival criado pela própria Google

Está muito próximo o casamento entre Spotify e Xbox One

Top 5 novidades que farão da MIUI 9 a melhor de todas

Fontetheverge

Aveirense de gema. Enfermeiro por vocação. Entusiasta de novas tecnologias e da sua aplicação no nosso dia-a-dia.
É fantástico este novo mundo da tecnologia. Sinto-me sortudo em partilhar convosco todas as notícias / rumores que agitam a blogosfera tecnológica.