Carro elétrico da Xiaomi pode iniciar projeto mais cedo que o esperado

Bruno Coelho
Comentar

No último mês de fevereiro surgiram rumores de que a Xiaomi estaria a ponderar avançar o seu próprio carro elétrico. Dias depois, a empresa viria a público prestar declarações sobre essas notícias, admitindo que “não existem projetos aprovados”.

Projeto do carro elétrico da Xiaomi pode ser iniciado no mês de abril

Nesse caso, a Xiaomi acabou por nem confirmar, nem desmentir o desejo de produzir o livremente chamado “Mi Car". Agora, de acordo com o site 36KR, a Xiaomi quer começar o seu projeto de carro elétrico “tão cedo como este mês ou o próximo”.

A fonte baseia-se em conversações com investidores próximos de Lei Jun, CEO da Xiaomi. Recorde-se que nos anteriores rumores, Lei Jun foi referido como líder deste projeto, e assim parece manter-se.

Segundo o que é escrito, a Xiaomi pretende atacar os mercados de gama-média e alta com os seus futuros veículos elétricos. O que acaba por ser uma estratégia curiosa, já que a fabricante é conhecida por oferecer produtos de baixo preço. E é sem surpresas que estes poderão aproveitar o vasto portefólio tecnológico de que a fabricante chinesa dispõe.

Lei Jun já terá reunido com a NIO

Ao que é referido, o homem-forte da Xiaomi já terá inclusivamente reunido com a fabricante de automóveis chinesa NIO, de forma a reunir mais informações sobre o segmento. Caso não saibas, esta fabricante de automóveis é considerada a “Tesla chinesa”.

A esta altura do campeonato, deves olhar para esta informação com cautela. Mais uma vez surge sem confirmação por parte da marca. Contudo, a confirmar-se que os projetos serão iniciados muito em breve, temos mais informações sobre isso se tal se vier a confirmar.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Mi 11 Pro: imagens mostram algo inédito na traseira do smartphone
  • Xiaomi Black Shark 4: principais detalhes já são conhecidos
  • POCO X3 Pro terá característica premium com preço de gama-média
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.