Aston Martin revela o seu primeiro carro totalmente elétrico

Bruno Coelho

Acabaram-se as dúvidas. A Aston Martin revelou finalmente o seu carro totalmente elétrico. O Rapide E chega com uma produção limitada a 155 unidades. O modelo estará presente no Salão Automóvel de Xangai já na próxima semana.

Este não é um carro para todos, tal como indica o número limitado de unidades que estarão disponíveis. Os motores elétricos na sua traseira trazem-nos 610 CV e 950 Nm de binário. Em números concretos, o Rapide E consegue chegar dos 0 aos 100 km/h em 4 segundos.

aston martin rapide e

O facto de ser de tração traseira acaba por não o limitar nos seus números. Vejamos os exemplos dos rivais Tesla Model S ou do Porsche Taycan, que contam com tração integral. E, para sermos justos, os números não diferem assim tanto.

A autonomia do Rapide E não vai agradar ao consumidor comum

O Rapide E foi homologado pela marca no procolo WLTP. Este conta com uma autonomia de 320 km, que está disponível graças a uma bateria de 65kWh. O facto de ter uma arquitetura de 800 volts ajuda-o na hora de um possível sobrequecimento em horas mais exigentes.

aston martin rapide e interior

Se quisermos situar este lançamento, é factualmente o primeiro da estratégia elétrica da Aston Martin. A marca pretende, a partir de 2022, relançar a marca Lagonda com uma linha de produtos elétricos, que certamente não serão para qualquer bolso.

A Aston Martin atesta que o Rapide E é 8% mais eficiente em termos aerodinâmicos que a sua versão a gasolina. Por enquanto, a marca não revelou qualquer preço, mas este já pode ser encomendado. A autonomia pode deixar de pé atrás o consumidor comum, mas não será impedimento para os 155 entusiastas que o comprarem.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.