Apple: viaja até ao passado com a app OldOS que replica o iOS 4 no teu iPhone

Rui Bacelar
Comentar

A Apple apresentou ao mundo o iOS 4 há cerca de 10 anos, a primeira geração de software a deixar cair a nomenclatura iPhone OS. O primeiro modelo a chegar ao público com esta versão seria o iPhone 4, apresentado em 2010 pela mão de Steve Jobs.

Agora volta a ser possível, através de uma aplicação para iOS, usar um "iPhone OS" de antigamente, recriado ao pormenor por um programador de 18 anos. Chama-se OldOS e está disponível desde hoje (10) para nos fazer esquecer o iOS 14 e até o iOS 15.

Esquece o iOS 14 e instala o OldOS, uma app que te leva de volta ao iOS 4

Today is Launch Day 🚀Introducing OldOS — iOS 4 beautifully rebuilt in SwiftUI.* 🎨 Designed to be as close to pixel-perfect as possible.*📱 Fully functional, perhaps even usable as a second OS.* 🗺️ Fully open source for all to learn, modify, and build on. pic.twitter.com/K0JOE2fEKM

— Zane (@zzanehip) 9 de junho de 2021

Para saudosistas, ou para quem quer reviver um pouco deste antigo sistema operativo, bastará instalar a aplicação OldOS desenvolvida pelo programador Zane. De acordo com o mesmo, temos uma recriação quase perfeita do iOS 4.

Importa frisar que a aplicação utiliza o Swift UI da Apple, pelo que após instalar a app em questão terás todas as animações fluídas e suaves a que estavas habituado. Mais ainda, também o Home Button vibra e emite um feedback vibratório para simular o mais realisticamente possível a experiência de clicar no botão físico de outrora.

Acima vemos também uma demonstração das várias aplicações de sistema a funcionar, sendo a app perfeita para fãs do velhinho iPhone 4, ou mesmo do iPhone 3G. A recriação do ambiente do iOS 4 é praticamente perfeita, pixel por pixel.

O iOS 4 foi reconstruído nesta app e (quase) tudo funciona

O OldOS consegue replicar grande parte das apps de sistema que figuravam outrora nos mais recentes iPhone. Podemos ver e tirar partido da aplicação Fotografias, ver o rolo de imagens, o Safari, o Telefone, iPod e até as Notas com fundo amarelo.

Há, contudo, a exceção do YouTube, app que outrora estava embutida no próprio sistema e não como uma aplicação autónoma. O programador reconhece aqui que ainda há trabalho a ser feito para podermos usar o YouTube com o design de antigamente.

Outra das app que não funciona de forma plena é a Mensagens, mais uma vez por limitações / caraterísticas do sistema. Tudo o demais está aparentemente funcional, desde o ecrã de bloqueio às demais aplicações de sistema e respetivas animações.

Como aponta Zane, trata-se de uma aplicação open-source para que todos possam aprender, modificar e acrescentar à sua criação, uma bela homenagem à história do sistema operativo da Apple.

Está disponível no TestFlight da Apple e no GitHub

Para quem quiser usar ou testar a OldOS já o pode fazer através do serviço TestFlight da tecnológica de Cupertino. É uma pequena máquina do tempo que podem instalar no vosso iPhone caso estejam curiosos ou fartos do iOS 14.

Por fim, este software também se encontra disponível através do repositório GitHub, onde qualquer interessado pode aceder ao mesmo.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.