Apple não fará a mudança que muitos pedem no iPhone

Carlos Oliveira
Comentar

Há vários anos que os utilizadores e fãs do iPhone pedem a reforma da entrada Lightning. Sendo estes os únicos dispositivos do portefólio da Apple a usar esta entrada, é pedida uma uniformização de conectores, de preferência para o USB-C.

Contudo, o mais recente relatório do analista Ming-Chi Kuo descarta qualquer plano da Apple para o abandono da entrada Lightning. Ao que ele menciona, tal não acontecerá, pelo menos, no "futuro previsível".

Entrada Lightning no iPhone irá manter-se nos próximos anos

Muitos desejam a substituição da entrada Lightning pela USB-C para uma maior uniformização de conectores entre todos os dispositivos Apple. Cumpre relembrar que dispositivos como o iPad Pro, iPad Air, MacBook Pro ou MacBook Air já são dominados pelo USB-C.

iPhone 12

Seria um passo lógico fazer o mesmo nos smartphones da Apple, porém, a empresa não se mostra interessada nessa mudança. E a motivação avançada por Ming-Chi Kuo pode ser encarada como meramente financeira.

"Acreditamos que o USB-C é prejudicial para a lucratividade do negócio MFi e a sua especificação à prova de água é inferior ao Lightning e MagSafe".

Em primeiro lugar, a Apple parece justificar a sua relutância na adoção do USB-C invocando o programa de acessórios Made for iPhone (MFi). Este consiste numa série de acessórios certificados pela tecnológica americana para os seus dispositivos móveis, mas cujo desenvolvimento está dependente de uma comissão paga pelas suas parceiras.

Em segundo lugar, a empresa americana invoca preocupações com a resistência à água proporcionada pela entrada USB-C. Esta justificação está longe de ser consensual, até porque a maioria dos dispositivos Android com certificação IP68 usam USB-C.

Se não houver Lightning, então haverá um iPhone sem portas

Ming-Chi Kuo não descura, no entanto, a possibilidade de a Apple se livrar do Lightining nos iPhone. Mas caso isso venha a acontecer será sempre em favor de um equipamento sem nenhuma porta.

Isso poderá ser potenciado pelo MagSafe, tecnologia que a Apple ressuscitou no final de 2020 nos iPhone 12. Porém, esta tecnologia está longe de ser madura o suficiente para satisfazer todas as valências da entrada Lightning.

Ações específicas como transferência de dados, completar a recuperação do iPhone ou fazer diagnósticos não são exequíveis com o MagSafe. Estes são pontos que a Apple terá de salvaguardar quando der o salto para um iPhone sem portas.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.