Apple: até 2025 AirPods vão ganhar recursos inovadores

Mónica Marques
Comentar

É do conhecimento público a aposta da Apple em integrar recursos de saúde e de segurança nos seus equipamentos.

Parece que a marca quer estender este tipo de funcionalidades também aos seus auscultadores AirPods que até 2025 podem ganhar recursos de saúde, baseados na audição.

Apple quer AirPods com recursos de saúde

AirPods terceira geração
Em Portugal, os AirPods de terceira geração com base de carregamento MagSafe estão à venda por 219 euros Crédito@Apple

A Apple quer que os seus utilizadores estejam sempre de boa saúde e, por essa razão, cada vez inclui mais e melhores recursos de monitorização nos seus wearables e smartphones. Mas parece que Cupertino quer ir ainda mais longe e planeia integrar funcionalidades de saúde também nos seus auscultadores AirPods.

A informação chega através do jornalista Mark Gurman, da agência de notícias Bloomberg, que na sua habitual newsletter Power On avança que até 2025 os auscultadores da Apple vão integrar recursos de saúde, baseados na audição.

Parece que esses recursos vão ser os mesmos que estão presentes em outros dispositivos móveis da marca, portanto poderemos contar com sensores biométricos, de movimento, de temperatura, de monitorização de batimento cardíaco, entre outros.

De acordo com Gurman, um dos objetivos da Apple era que os seus auscultadores funcionassem como uma espécie de alternativa acessível aos aparelhos auditivos. No entanto, esse tipo de recurso necessita de ser aprovado pelas autoridades locais para ser implementado. Por essa razão, os AirPods tão depressa não vão alcançar esta meta.

Ainda segundo Mark Gurman é bastante provável que a Apple faça atualizações significativas nos seus auscultadores no próximo ano. Nesse sentido, estes recursos de saúde podem ser integrados em modelos que vão ser lançados no segundo semestre de 2024 ou no primeiro semestre de 2025.

Tim Cook pressiona para lançamento do headset Reality Pro

Entretanto, outras notícias relacionadas com a Apple dão conta da situação do headset Reality Pro. De acordo com a publicação The Financial Times, Tim Cook, CEO da empresa, está a pressionar a equipa de desenvolvimento do novo headset para lançar o equipamento no mercado.

O executivo máximo da Apple quer lançar este ano o dispositivo, mas a equipa responsável pelo seu desenvolvimento gostaria de adiar a saída do hedaset para o mercado, por considerar que ainda não está ao nível desejado e revela que está sob uma “pressão enorme”.

Recorde-se que o equipamento está em desenvolvimento há já sete anos e nas suas funcionalidades inclui chamadas FaceTime com avatares virtuais, visualização de vídeos a três dimensões e também exercícios interativos.

Apesar de a equipa de desenvolvimento da Apple desejar adiar o lançamento do headset Reality Pro, vários rumores apontam para que o dispositivo seja revelado na próxima conferência WWDC que decorre em junho deste ano. Afinal, os desejos do CEO da Apple devem ser cumpridos…

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt