Apple "apresenta" o computador portátil mais feio que vais ver hoje

Bruno Coelho
Comentar

A Worldwide Developers Conference (WWDC) 2022 teve início esta segunda-feira, com a palestra de apresentação. Entre outros, ficamos a conhecer as novas versões do iOS, iPadOS, macOS e também os novos MacBook com processador M2.

O novo MacBook Air chega com design renovado, em linha com os MacBook Pro de 2021. Isto significa que tem um design mais “encaixotado”, faz regressar o MagSafe e tem um ecrã com margens inferiores, mas com uma notch na zonas das câmaras.

Apple mostra computador Windows peculiar

No entanto, foi outro computador que saltou à vista de muitos durante esta apresentação. Durante a apresentação da funcionalidade Passkeys para outros computadores, a Apple escolheu um computador Windows bem peculiar para representar essa plataforma.

apple
Apple mostra computador Windows peculiar

Nesta imagem que podes ver acima, é-nos mostrado um computador Windows muito pouco representativo de 2022. Ao invés disso, em empresa mostra-nos um computador Windows que parece ter mais de 10 anos.

Porque faz a Apple isto? Bem, a estratégia é bastante óbvia e funciona. O objetivo é mostrar como são pouco atrativos os computadores Windows, ao lado do novo Macbook Air que a empresa apresentou neste mesmo evento.

Principalmente no que diz respeito às margens bastante pronunciadas, a Apple pretendeu marcar um ponto bastante forte ao mostrar esta imagem. No entanto, o computador em questão aparece a usar Windows 11.

Esta prática da Apple não é propriamente nova. Quando anunciou que o FaceTime ficaria disponível para outras plataformas em 2021, fez o mesmo. Ao invés de colocar o iPhone ao lado de um Galaxy S21, por exemplo, colocou-o ao lado de um Android com margens muito pronunciadas.

iPhone ao lado de um smartphone Android em 2021
iPhone ao lado de um smartphone Android em 2021

Olhando para o computador representado pela Apple, pode realmente dizer-se que foi o computador mais feio a ser “apresentado” durante o evento.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.