Apple AirPods: Auscultadores explodiram sem razão aparente

Filipe Alves

Os novos auscultadores da Apple chegaram ao mercado para deixar os fios para trás. Os Apple AirPods são os primeiros auscultadores da Apple sem fios e prometem, aos poucos, substituir os típicos EarBuds da empresa de Cupertino.

Para além de serem sem fios os AirPods são um pouco mais inteligentes que os normais auscultadores sem fios. A forma de emparelhamento com produtos Apple é fascinante e a troca de dispositivos ligados é feito de uma forma simples e natural.

Vê ainda: HomePod – Um produto ainda mais incógnito que o iPhone X

Contudo, tal como outros produtos tecnológicos sem fios, também os AirPods tem uma pequena bateria. Isto significa que há sempre um risco envolvido. Falo obviamente de combustões espontâneas sem razão aparente.

Apple AirPods tem o valor de 179€

Um homem na Flórida, EUA, alega que os seus AirPods simplesmente explodiram sem qualquer razão. Na entrevista, o homem com o nome de Jason alega que os seus AirPods começaram a deitar fumo do nada.

Depois de retirar os Apple AirPods e os pousar numa máquina do ginásio, Jason foi pedir ajuda para perceber o que se lá passava. Quando voltou verificou-se que o AirPod do lado direito estava danificado e com vestígios de uma pequena explosão.

A reportagem pode ser vista no vídeo abaixo trazida por uma estação televisiva nos Estados Unidos da América. A empresa de Cupertino já respondeu à situação e indica que está a estudar o que aconteceu e que leva todas as situações do género com extrema seriedade.

Isto não quer dizer que todos os Apple AirPods vão começar a explodir, porém, toma em conta que a tecnologia da bateria dos produtos tecnológica está severamente atrasada face ao resto.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Asus ZenFone 5 Lite – Eis a primeira imagem real deste Android

Xiaomi Redmi 5A é o melhor smartphone Android por menos de 100€

Apple – Fuga de parte do código fonte do iOS foi culpa de um estagiário

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.