Ansioso pelo Huawei Mate 50? Temos péssimas notícias para ti

Carlos Oliveira
Comentar

A Huawei vive tempos conturbados após as sanções impostas pelo governo norte-americano a meados de 2019. Espelho disso é o facto de continuarmos sem informações concretas para a apresentação oficial dos Huawei P50.

Agora, um novo rumor com origem na China vem corroborar as dificuldades que a tecnológica chinesa enfrenta atualmente. Ao que tudo indica, a linha Mate será a próxima vítima da difícil realidade do setor mobile da Huawei.

Huawei Mate 50 não será apresentado este ano

O rumor indica que a Huawei não irá lançar um novo membro para a família Mate em 2021. Quer isto dizer que a família Mate 50 não está nos planos da empresa, podendo ser este o fim precoce de uma poderosa família de dispositivos móveis.

Huawei Mate 40

Desde 2013 que o mercado habitou-se a ver chegar um smartphone Mate bem perto do outono. São equipamentos caracterizados pelo que de melhor a Huawei consegue empregar nos seus dispositivos móveis e que mais tarde migram para as suas linhas mais populares.

Uma das grandes novidades esperada para o Huawei Mate 50 seria uma nova geração de processadores Kirin. Na impossibilidade de desenvolver novos chips próprios, a tecnológica chinesa terá optado pela medida mais drástica.

Note-se que os Mate 40, apresentados em finais de 2020, estrearam o Kirin 9000. Este processador foi construído em unidades muito limitadas, resultando numa disponibilidade também limitada dos smartphones que lhe servem de veículo.

Huawei passará a focar-se no suporte ao consumidor

A mesma fonte aponta uma mudança radical de estratégia no departamento de smartphones da Huawei. Com um futuro cada vez mais incerto para o lançamento de novos produtos, o objetivo passará por suportar os atuais utilizadores.

Isto significa que a Huawei irá focar-se, sobretudo, nos seus serviços de apoio ao cliente. A substituição de partes e componentes dos smartphones já no mercado passará a ser uma das prioridades da empresa chinesa.

Em paralelo estará a distribuição do seu sistema operativo, o HarmonyOS. Apresentado no mês passado e já enviado para alguns dos seus equipamentos no mercado chinês, o futuro próximo passa pela migração de mais equipamentos para a plataforma.

Até meados de 2022, a Huawei planeia atualizar perto de 100 equipamentos para o HarmonyOS. Números que contemplam apenas os modelos comercializados na China, restando saber quais serão os planos da empresa para os demais mercados.

Em suma, a Huawei vê-se obrigada a mudar drasticamente a sua estratégia no mercado de smartphones. Mas as informações que aqui apresentamos ainda não foram confirmadas nem desmentidas pela marca.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.